A Corrida de Nova York contra o tempo

Com grande parte da América parada, o estado de Nova York corre contra o tempo para quase triplicar sua capacidade hospitalar em menos de um mês

Reprodução

O estado está se preparando para um pico de hospitalizações por coronavírus em meados de abril, disse o governador Andrew Cuomo na sexta-feira.

O governador quer que 8 hospitais temporários sejam montados em pouco tempo, além de expandir drasticamente o número de leitos nos hospitais existentes e em outras instalações, incluindo o renomado Javits Center, na cidade de Nova York.

Os números surpreendentes, segundo a Reuters :

  • 519 nova-iorquinos morreram de coronavírus , um aumento de 134 desde quinta-feira (26/03).
  • O estado tem 44.635 casos confirmados , incluindo 7.400 registrados desde quinta-feira.
  • Quase 1.600 desses pacientes estão em UTIs , um aumento de 22% a partir de quinta-feira, de acordo com o NY Times relatórios . A maioria desses pacientes usa aparelhos de ventilação mecânica.
  • Os casos hospitalizados estão dobrando a cada 4 dias. Na semana passada, era a cada 3.
  • O estado possui 53.000 leitos hospitalares. Quer atingir 153.000 antes do ápice.

Nova York precisa de “20 milhões de máscaras N-95, 30 milhões de máscaras cirúrgicas, 45 milhões de luvas de exame, 20 milhões de aventais e 30.000 ventiladores, são quantias astronômicas em comparação com o estoque atual de Nova York”, relata o Times.

O problema é que a medida que vão aparecendo novos casos em outros estados – e até que os fabricantes possam acompanhar o crescimento da demanda – os estados serão forçados a competir entre si por preciosos ventiladores.

Em um nível individual, isso pode parecer um momento de desespero, mas há algo que podemos fazer, se puder: fique em casa e ajude a ganhar tempo para que os fabricantes possam atender as encomendas.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dezessete =