Álvaro Dias critica Toffoli por acobertar crimes de Flávio Bolsonaro

Senador Álvaro Dias – Podemos – PR (foto: Roque de Sá/Agência Senado

O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) criticou no sábado (20), através de vídeo publicado nas redes sociais, a decisão monocrática do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, de impedir o compartilhamento de informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) a pedido do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Ele disse que a medida visa beneficiar o senador Flávio Bolsonaro, autor da solicitação, mas que, na sequência, ladrões e corruptos de todos os tipos também vão colher benefícios desta decisão. “São mais de 6 mil processos”, segundo o senador, que foram atingidos pela medida tomada por Dias Toffoli”.

Álvaro Dias afirmou que espera que a decisão de Toffoli seja antecipada, e “não se espere até 21 de novembro para reverter esse absurdo”. “As investigações não podem ficar paradas todo esse tempo”, alertou.

Dias criticou também a atuação de bolsonaristas fanáticos que o estariam acusando de fazer demagogia ao denunciar uma medida que atinge o filho do presidente. “Não vou parar e não vou me calar só porque é o filho do presidente que está envolvido” disse o senador.

“Não pode haver seletividade nas denúncias de corrupção”, observou o senador. “Podem me atacar à vontade. Vou continuar denunciando a corrupção venha de que lado for”, prosseguiu o líder do Podemos.

Álvaro Dias rebateu também a afirmação de Bolsonaro de que não há fome no Brasil. Ele citou estudo da ONU sobre a pobreza no Brasil, divulgado pela imprensa no sábado (20).

“O estudo fala da fome no Brasil, provavelmente porque o presidente Bolsonaro afirmou que ninguém passava fome no Brasil. Esse estudo mostra que 5 milhões de brasileiros passam fome. Mas, quem anda pelo Brasil sabe que, certamente, não são apenas 5 milhões que passam fome no nosso país”, disse o senador.

Assista ao vídeo do senador

Do HP

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 8 =