As usinas nucleares flutuantes da Rússia poderiam mudar a economia mundial?

Embora a UE e os Estados Unidos tenham praticamente abandonado a energia nuclear como fonte de energia futura, com quase nenhum reator sendo construído e outros desativados, a Rússia emergiu silenciosamente como o principal construtor mundial de usinas nucleares de uso pacífico. Agora, a empresa nuclear estatal russa, Rosatom, concluiu a primeira usina nuclear comercial flutuante e a rebocou com sucesso até sua localização final no Extremo Oriente russo, onde o acesso à energia é extremamente difícil.

Esse projeto, poderá atender as demandas de energia de grande parte do mundo em desenvolvimento, além da Rússia. Uma vantagem adicional é que as usinas nucleares emitem zero emissões de carbono, um item de suma importância no momento atual, para o qual, a oposição política baseada no CO2 nela não se aplique.

A usina flutuante, chamada Akademik Lomonosov, abriga dois reatores de 35 megawatts, com base no bem sucedido projeto dos reatores nucleares a bordo da frota de quebra-gelos russos movidos a energia nuclear e capazes de fornecer energia elétrica com potência de 70 MW a uma cidade de 100.000 habitantes. Uma usina nuclear terrestre típica nos EUA ou na Europa tem no mínimo 1.000 MW de potência, tornando-a adequada apenas para áreas industrializadas ou densamente povoadas.

Os reatores são menores e muito mais baratos de construir quando produzidos em várias unidades e são muito mais flexíveis, ideal para regiões em desenvolvimento da Ásia ou da África, onde a falta de eletricidade confiável é um grande entrave ao desenvolvimento econômico. O custo de construção e instalação da usina nuclear flutuante Lomonosov é de US $ 480 milhões, ou cerca de US $ 6,90 por watt, um pouco mais do que uma planta convencional média.

O reator foi projetado para durar 40 anos antes de ser rebocado para um local especial na Rússia para desativação, semelhante ao processo para navios movidos a energia nuclear. O navio construido especialmente para abrigar a usina nuclear flutuante, tem cerca de 140 metros de comprimento e 30 metros de largura.

O projeto apresenta reatores nucleares russos usados ​​de forma comprovadamente confiável por cerca de cinco décadas para alimentar sua frota de quebra-gelo nuclear, a maior do mundo. A embarcação em si foi projetada para suportar um tsunami ou até uma colisão com terra ou navio. Ele foi projetado para ser estacionado em um local especialmente fixo no mar e conectado à terra por cabos subaquáticos.

As unidades flutuantes podem atuar como instalações de cogeração capazes de alimentar a rede e dessalinizar grandes quantidades de água do mar, tornando-as atraentes para o Oriente Médio e outros países com problemas de água.

Em setembro, o Akademik Lomonosov chegou ao seu destino em Pevek, no remoto distrito autônomo do norte de Chukotka, onde será conectado a rede até o final do ano. É a única usina de reator nuclear flutuante em operação existente hoje, uma conquista significativa, dadas as enormes sanções econômicas ocidentais  à Rússia desde 2014. 

O Akademik Lomonosov mais do que substituir a pequena usina nuclear existente em Bilibino, atualmente a menor usina nuclear em operação mais ao norte do mundo, que está sendo desativada, assim como uma pequena usina convencional.

Porque de usina nuclear fluantes

A idéia de construir um reator de energia nuclear em uma barcaça especial ou plataforma flutuante tem grandes vantagens. Primeiro, porque as unidades do reator são muito menores, fácil de ser transportadas e projetadas para serem instaladas em locais flutuantes em regiões costeiras, elas podem ser modulares ou produzidas em uma fábrica, proporcionando grande economia em relação às usinas nucleares convencionais. Normalmente, os reatores nucleares convencionais devem ser totalmente personalizados no local, tornando-os extremamente caros e com período de construção muito demorado, até 18 anos em alguns casos.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 12 =