Bolsonaro demite Mandetta, em seu lugar assume Nelson Teich

Após várias ameaças demissão, Jair Bolsonaro demitiu nesta quinta-feira 16/04 o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. O oncologista Nelson Teich, assumirá o cargo

Mandetta
Luiz Henrique Mandetta cai por suas qualidades. Reprodução

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, presidente e ministro batiam de frente em torno das ações de distanciamento social. As medidas defendidas por Mandetta e executadas por boa parte dos prefeitos e governadores eram recomendadas, inclusive, pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Bolsonaro, por sua vez, defende o “isolamento vertical”, ou seja o confinamento somente dos idosos. E as suas atitudes de sabotagem às ações do ministério da Saúde fez com que  o Financial Times o classificasse nesta quinta como “um dos piores negacionistas do mundo”.

Mandetta e Bolsonaro também divergiram sobre o uso da cloroquina no tratamento de pacientes da Covid-19. Bolsonaro defende abertamente o medicamento e o considera quase uma solução mágica para a pandemia. Mandetta, porém, sempre pediu cautela na prescrição do remédio, à espera de pesquisas conclusivas.

À tarde, por volta das 16h20, o próprio Mandetta anunciou a demissão nas redes sociais:

 

 

 

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!