Delegado Waldir avisa: Flávio e Queiroz devem preparar um cafezinho para receber a PF em breve .

E guerra continua  para ver quem controla o laranjal do PSL!

Delegado Waldir – (Marcelo Camargo/Agência Brasil) 

Aliado do presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, Waldir disse nesta terça-feira à coluna de Bela Megale que o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e o seu ex-assessor, Fabrício Queiroz, “devem preparar um cafezinho para receber a Polícia Federal em breve” .

Waldir também retirou o líder do governo na Câmara , Major Vitor Hugo (GO), da comissão especial que acompanha a reforma da Previdência dos militares.

Ele já havia sinalizado que a fala do presidente Jair Bolsonaro na semana passada sobre o partido, dita a um popular na porta do Alvorada, foi um sinal de que a operação da Polícia Federal contra o presidente do partido, deputado federal Luciano Bivar (PE), poderia acontecer.

“Só o Saci Pererê e o Papai Noel que não sabiam dessa operação da PF”, disse. “Todo mundo sabia depois da fala do presidente na semana passada. Ele deu o recado”, afirmou.

O deputado Filipe Barros (PSL-PR), que apoia Bolsonaro e se posiciona contra medidas adotados por Bivar, criticou a atitude de Waldir. Entre os dissidentes do PSL, a obstrução foi interpretada como um recado ao governo.

— Esse tipo de coisa é infantil, é ridícula. Típica de partido de centro — afirmou.

Bibo Nunes (PSL-RS), outro deputado crítico a Bivar, disse que a obstrução foi uma represália ao movimento protagonizado por Jair Bolsonaro contra o presidente da sigla.

— Isso é uma represália e demonstra o apoio que essas pessoas dão ao presidente.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + um =