Dmitri Mendeleiev: 15 fatos pouco conhecido sobre o cientista

Dmitry Mendeleiev

Dmitry Ivanovich Mendeleiev é conhecido principalmente como o criador da famosa tabela periódica de elementos. No entanto, além disso, ele fez sua contribuição para muitas outras áreas do conhecimento, tornando-se um verdadeiro gênio universal. Sobre o famoso cientista listamos 15 fatos pouco conhecido:

1. O futuro cientista nasceu em uma grande família, mesmo nos padrões daqueles tempos: ele tinha 16 irmãos e irmãs, dos quais 8 viveram até a idade adulta.

2. Na infância, Mendeleiev não teve bom desempenho no estudo. No entanto, isso não o impediu de terminar o ginásio com medalha de ouro.

3. O cientista tinha um passatempo incomum – malas feitas à mão.

4. Ao contrário da crença popular, Mendeleiev não inventou a vodka. Ela era conhecida centenas de anos antes de seu nascimento.

5. Um dos hobbies de Dmitry Ivanovich era aeronave. Uma vez ele fez um balão e subiu a uma altura de 3 km.

6. De todos os trabalhos científicos de Mendeleiev, apenas 10% deles foram dedicados à química. Os demais trabalhos versam sobre geologia, física, economia, metrologia. No entanto, ele entrou para a história principalmente como químico.

7. Entre outras coisas, Mendeleiev também era um grande conhecedor de arte. Ele estava especialmente interessado em pintar e até escreveu resenhas sobre pinturas.

8. Dmitry Ivanovich foi um dos editores da famosa Enciclopédia de Brockhaus e Efron.

9. Durante sua vida, ele se tornou um membro honorário de cerca de 90 academias de ciências em todo o mundo.

10. Com todo o seu conhecimento de química, Mendeleiev não confiava na medicina oficial e era tratado com remédios populares.

11. O livro de Mendeleiev, “Fundamentals of Chemistry”, teve 8 edições durante a vida do cientista e foi traduzido para 3 idiomas.

12. O cientista foi indicado três vezes para o Prêmio Nobel – em 1905, 1906 e 1907. No entanto, nunca recebeu o prêmio. Além disso, todas as três vezes ele foi indicado por cientistas estrangeiros e nunca – por compatriotas. O conflito do cientista com os irmãos Nobel desempenhou um papel decisivo em sua não premiação.

13. Foi Mendeleiev quem desenvolveu o projeto do primeiro quebra-gelo do Ártico.

14. Em sua vida, o cientista costumava viajar. Assim, ele viajou para a França 33 vezes, para a Alemanha – 32, para a Grã-Bretanha – 11 vezes, para a Suíça – 10 vezes, para a Itália – 6. Também visitou países como os EUA, Espanha, Holanda, Suécia. No total, fez mais de 100 viagens ao exterior. Além disso, ele viajou muito dentro do Império Russo.

15. Durante sua vida ele escreveu 431 trabalhos científicos.

Texto adaptado do: Glavtema

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − um =