Guerra de listas prossegue e grupos rivais brigam pela liderança do PSL

Eduardo Bolsonaro e Delegado Waldir brigam pela liderança do PSL. Reprodução.

A semana começou quente pelos lados PSL (Partido Só Laranja) na briga para ver quem leva o “butim“.

No início da tarde da segunda-feira (21), a quadrilha de Bolsonaro apresentou uma nova lista com 29 assinaturas, sendo que 28 nomes foram validados, substituindo o líder, Delegado Waldir, pelo deputado Eduardo Bolsonaro.

A Secretaria-Geral da Mesa (SGM) aceitou a lista apresentada pelo líder do governo, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), e confirmou o filho de Bolsonaro como novo líder do PSL. O partido conta com 53 deputados na bancada. Para indicar o líder é necessário o apoio de metade mais um de membros da bancada.

Anteriormente. o deputado Delegado Waldir havia divulgado um vídeo reconhecendo a troca da liderança. “Aceitamos democraticamente a nova lista”, afirmou ele.

No entanto, o próprio Eduardo Bolsonaro não quis falar aos jornalistas na condição de líder porque, no exato momento em que ele falava, chegou a informação que o grupo chefiado por Luciano Bivar, deputado federal e presidente do partido, teria apresentado novamente um outra lista, também com 28 assinaturas, reconduzindo o Delegado Waldir à liderança do partido.

“Existem algumas informações chegando, informações um pouco desencontradas. Então, neste momento, eu não sei se a lista que está valendo é a minha lista, se houve ou não houve qualquer tipo de acordo. Então, eu não posso me posicionar como sendo ou não o líder do partido”, disse Eduardo Bolsonaro.

O certo é que o impasse continua, e as duas gangues prometem novos e emocionante “rounds” dessa briga de rua!

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 5 =