Guru de Bolsonaro recomenda “alguns assassinatos”

O ex-astrólogo Olavo de Carvalho entre seus discípulos, em jantar na embaixada do Brasil em Washington, 17/03/2019

O que está ao lado é uma reprodução do Twitter do guru de Bolsonaro, o ex-astrólogo e auto-proclamado filósofio online Olavo de Carvalho. O texto foi publicado na última sexta-feira, dia 02/08.

Entretanto, a menção a “alguns assassinatos” de brasileiros para “fazer essa porcaria [isto é, o Brasil] funcionar” não corresponde ao verdadeiro e sagaz pensamento carvalhista, por ora entrincheirado em Richmond, Virgínia, capital dos escravagistas dos EUA.

Carvalho está, como diz o povo, escondendo o jogo – ou, se não é jogo, escondendo as suas propensões.

Em dezembro de 2018, entrevistado por Brian Winter, editor-chefe da revista Americas Quartely, ele foi indagado sobre a declaração de Bolsonaro de que “o erro da Ditadura foi torturar e não matar“.

O desequilibrado guru do desequilibrado atual presidente respondeu que “às vezes eu penso assim“, causando escândalo no entrevistador. Mas Carvalho continuou:

Nós vemos toda a miséria que esses caras criaram. Olha, quantos comunistas estavam lá no Brasil naquela época? 20.000? Você mata 20 mil pessoas naquela época e economizaria 70 mil brasileiros por ano”.

E quando Winter disse que “como um americano que gosta do Brasil, eu não quero ver seu governo envolvido com assassinatos em massa”, Carvalho retrucou:

Os americanos são pessoas idealistas com bom coração. Eles acreditam que outros povos também são. Bem, deixe-me dizer a você uma coisa: fora (deste país), há apenas filhos de puta.”

[No original: “The Americans are idealistic people with good hearts. They believe other peoples are the same. Well, let me tell you something: Outside of (this country), there are just filhos de puta” (cf. Jair Bolsonaro’s Guru)].

“Filhos da puta”, conceito central da filosofia carvalhista, categoria que abarca toda a humanidade, com exceção dos americanos, foi pronunciado em português brasileiro.

Certamente, porque ele considera que os brasileiros são mais filhos da puta que os outros povos. Daí, a pregação de assassinato…

Do HP

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =