Itália superou a China em total de mortes por coronavírus

“Histeria”, Bolsonaro?

Por Fernando Brito, do Tijolaço – Não, não é na proporção, mas em números absolutos.

Com os 427 óbitos de ontem para hoje, a Itália chega a 3.405 mortes por coronavírus, 60 a mais que as registradas ao longo de dois meses de epidemia na China, embora o número de pessoas contaminadas na China seja mais que o dobro do de italianos.

Atingiu este número em menos de um mês, pois as primeiras mortes em solo italiano aconteceram em 24 de fevereiro.

O país e o planeta assistem, horrorizados, à escolha de quem deve ou não receber suporte respiratório, pela falta e leitos e aos comboios de caminhões militares carregando corpos para crematório.

Espero que a comparação triste de Jair Bolsonaro, dizendo que isso acontecia apenas por conta da média de idade mais longeva dos italianos e comparando o país a uma “grande Copacabana” fique apenas na conta das grosserias que ele fala.

Aí está o que ele – aliás, descendente de italianos – chamava de “histeria”.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 7 =