Líderes do G-20 discutem economia, poluição de plástico, regras de dados digitais

fotos
Líderes mundiais se reúnem em 28 de junho no complexo de convenções Intex Osaka para a primeira cúpula do Grupo dos 20 realizada no Japão.

OSAKA – A cúpula do Grupo dos 20 iniciou no dia 28 de junho, quando líderes mundiais começaram a discutir temas como economia global, inovação e mudanças climáticas.

Antes do início da sessão, o primeiro-ministro Shinzo Abe anunciou o início da Osaka Track, uma estrutura de negociação destinada a criar regras relacionadas ao compartilhamento de dados digitais e transações comerciais eletrônicas.

O comércio global e o investimento serão um tema importante durante a cúpula. Mas resta ver se uma mensagem clara apoiando o livre comércio pode ser incluída na declaração conjunta a ser emitida em sua conclusão, dada a atual guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

A forte resistência do presidente dos EUA, Donald Trump, na última cúpula do G-20, na Argentina, em dezembro de 2018, levou à eliminação pela primeira vez de qualquer menção ao “protecionismo” na declaração conjunta. Esse texto foi incluído em todas as declarações emitidas desde a cúpula do G-20, realizada em 2008.

De acordo com fontes próximas às negociações em andamento na atual cúpula, a redação sobre o combate ao protecionismo não será incluída na declaração deste ano. A China também levantou forte oposição à inclusão de textos que pedem as práticas de “eliminação do comércio desleal”.

Além das nações membros, a cúpula deste ano do G-20 convidou os líderes de nações como Vietnã e Tailândia. No total, os chefes de 37 países e organizações internacionais, incluindo a União Européia, participarão.

Alguns dos outros temas que provavelmente serão discutidos incluem lidar com a poluição marinha causada pelo lixo de plástico, bem como construir uma infra-estrutura social de alta qualidade para criar empregos.

“Enquanto o confronto tende a ser enfatizado na comunidade internacional, como anfitrião desta cúpula, quero buscar pontos de acordo e entendimento comum em vez de focar nas diferenças de opinião”, disse Abe em 27 de junho, quando se encontrou com repórteres.

Além da cúpula principal, várias reuniões bilaterais estão sendo planejadas nos bastidores. Em 29 de junho, Trump deve se encontrar com o presidente chinês, Xi Jinping, enquanto Abe se encontrará com o presidente russo, Vladimir Putin.

Fonte: Asahi Shimbun

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!