Menino morre em Frankfurt ao ser empurrado na frente de trem

Homem empurrou deliberadamente garoto de oito anos e sua mãe de plataforma na estação central da cidade alemã; caso ocorre pouco mais de uma semana após mulher morrer em circunstâncias similares nos arredores de Düsseldorf

picture-alliance/dpa/F. Rumpenhorst. Após o crime, plataformas da estação central da cidade ficaram fechadas por várias horas

Um menino de oito anos morreu após ser empurrado deliberadamente junto com sua mãe nesta segunda-feira (29/07) na frente de um trem na estação central de Frankfurt.

O agressor, um homem de 40 anos de origem africana, tentou fugir, mas foi detido pela polícia. Ele teria tentado também empurrar outra pessoa nos trilhos.

A polícia afirmou que as vítimas não tinham relacionamento algum com o suspeito.

A mãe foi hospitalizada após ter conseguido sair a tempo dos trilhos, no momento em que um trem de alta velocidade ICE, que chegava na estação, atropelou o garoto.

“O menino e sua mãe foram empurrados em frente do trem que estava chegando à plataforma”, disse uma porta-voz da polícia. “A mãe conseguiu se salvar.”

“Passageiros testemunharam o desastre e correram atrás do homem em fuga”, disse a porta-voz, que acrescentou que o agressor tentou empurrar uma terceira pessoa nos trilhos, “mas ela foi capaz de se defender”.

A polícia afirmou ter aberto inquérito por assassinato e que interrogará o suspeito para apurar os possíveis motivos do crime.

Transeuntes disseram que chegaram a perseguir o suspeito, que acabou sendo preso nos arredores da estação.

De acordo com a mídia alemã, o suspeito é cidadão da Eritreia.

O partido populista de direita Alternativa para a Alemanha (AfD) rapidamente ligou o ocorrido ao grande afluxo de refugiados a Alemanha anos recentes.

“Este ato quase não pode ser superado em monstruosidade”, escreveu no Twitter Alice Weidel, líder da bancada do AfD no Parlamento alemão, cobrando que o governo “finalmente proteja os cidadãos de nosso país, ao invés da [promoção da] cultura de boas-vindas sem limites”.

Um ataque similar ocorreu no dia 20 de julho na cidade de Voerde, nos arredores de Düsseldorf, oeste da Alemanha, quando um homem de origem servo-kosovar de 28 anos matou uma mulher de 34 anos ao empurrá-la na frente de um trem numa estação ferroviária. Assim como ocorreu no caso de Frankfurt, a polícia afirmou que a vítima e o agressor não se conheciam.

Fonte: Deutsche Welle

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − três =