O estranho caso Skripal

fotos

O suposto caso de envenenamento da filha e do agente duplo Sergei Skripal por agente tóxico A-234 também chamado Novichok, é mais um capítulo da guerra de propagada do ocidente para prejudicar a Rússia.

Em sua defesa, o presidente Putin disse que seria um absurdo que um cidadão russo pudesse realizar um atentado como este bem no período eleitoral,  e também logo em seguida haverá o evento da copa do mundo. Outro dado em sua defesa, a Organização para a Proibição das Armas Químicas (Opaq) cujo relatório mais recente, do final de 2016, afirma que a Rússia destruiu todos os seus estoques declarados.

De acordo com o químico soviético Vil Mirzayanov que emigrou para os EUA na década de 90 e é considerado um dos criadores da substância, revelou que o Novichok é instável e vulnerável água.

No dia do atentado (4 de março) o tempo estava úmido e enevoado, ou seja havia uma condição adversa para este tipo de ataque. Com o fim da União Soviética muitos cientistas emigraram para o Ocidente, e há uma estimativa que vinte países possuem condições de fabricar esta substância. O resultado de mais este imbroglio foi a expulsão de vários diplomatas, tantos russos como diplomatas europeus e americanos.

Só para recordar, outro caso que teve repercussão internacional, foi o suposto atentado atribuído aos agentes da Coreia do norte no assassinato do meio irmão de Kim Jong-Un no aeroporto de Kuala Lumpur. Pelas imagens do circuito interno do aeroporto é possível a ação de uma mulher que se aproxima da vítima com uma toalha e em seguida coloca em sua cabeça.

Este atentado, muito estranho por sinal, tinha como único objetivo isolar a Coréia do Norte, pois a Malásia e a RDPC tem uma relação de amizade de mais de 40 anos e os cidadãos de ambos os países podem visitar os países sem visto.

O suposto atentado na Inglaterra quanto o grotesco atentado ao irmão de Kim Jong-Un parece ao que tudo indica uma provocação por parte dos serviços secretos da CIA e MI5.

Tanto o serviço secreto russo herdeiro da KGB quanto ao homólogo da Coréia do Norte são muito eficientes e foram colocados à prova em diversas oportunidades, não fariam algo de tipo, não faz o menor sentido!

É sabido que em uma ação de espionagem ou contra espionagem, deve haver dois princípios básicos: a investigação  deve ser secreta e a ação discreta. Nestes dois casos em particular, a suposta ação ocorreu em plena luz do dia em local público.

Nesta guerra não declarada, de um lado o mundo unipolar representado pelos EUA e o mundo multipolar representado pela Rússia ainda haverá muitos lances pela frente. Por enquanto o presidente Putin tem a paciência e a frieza de um enxadrista, mas veremos até quando!

 

 

 

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!