O fim do dinheiro como o conhecemos

Juros extremamente baixos e até negativo, colapso no sistema de capitalização previdenciária –  o mesmo que Bolsonaro quer implantar no Brasil,  pode em breve atingir os EUA.

Reprodução

Os princípios básicos do investimento estão sendo revertidos, talvez irreversivelmente, à medida que o mundo entra em uma era de taxas de juros ultra baixas e até negativas .

O que está acontecendo?

Os consumidores americanos viram as taxas de juros pagas nas contas de poupança, títulos e CDS* caírem este ano e em lugares onde os bancos centrais realmente estabeleceram taxas negativas – como o Japão e a zona do euro – alguns consumidores estão sendo forçados a pagar para economizar dinheiro.

O Banco Central Europeu se reunirá esta semana para considerar a redução de sua taxa de juros sobre depósitos, que está em -0,4% desde 2016.

Temendo que as taxas de juros negativas em breve signifiquem que os clientes médios tenham que pagar para manter o dinheiro nos bancos, as autoridades financeiras da Alemanha, Dinamarca e Noruega estão se manifestando independentemente contra eles.

“No longo prazo, taxas negativas arruínam o sistema financeiro”, disse o CEO do Deutsche Bank, Christian Sewing, em uma conferência na semana passada, segundo a Bloomberg .

Embora o objetivo seja incentivar as pessoas a gastar ou correr riscos financeiros em vez de economizar, as políticas não funcionaram e novos dados mostram que taxas negativas podem estar causando mais mal do que bem .

O Federal Reserve está se preparando para cortar as taxas de juros pela segunda vez este ano, quando se reúne no final deste mês, e os bancos já estão cortando as taxas nas contas de poupança.

O ex-presidente do Fed Alan Greenspan disse na semana passada que é ” apenas uma questão de tempo ” antes que taxas negativas cheguem aos EUA.

O quadro geral

O ambiente de taxas de juros baixas a negativas representa um grande problema para as pessoas que desejam economizar para a aposentadoria. O portfólio tradicional 60/40 (60% ações e 40% títulos) que os administradores de fundos costumam criar para as contas de aposentadoria há décadas não funciona a longo prazo se os títulos não produzirem nada ou tiverem taxas negativas.

Os jovens terão que aumentar substancialmente suas contribuições” para as contas de aposentadoria, se esperarem se aposentar um dia, disse Alicia Munnell, diretora do Centro de Pesquisa em Aposentadoria do Boston College.

Os futuros aposentados também provavelmente precisarão colocar mais de seus fundos em ações e outros ativos mais arriscados e com maior probabilidade de resultar em perda de capital, o que significa que os ativos de aposentadoria serão menos seguros.

Entre linhas

Atualmente, os fundos de pensão e aposentadoria dos Estados Unidos estão subfinanciados em trilhões de dólares, e os estados já estão em uma posição em que terão que aumentar impostos ou reduzir benefícios para futuros aposentados – ou ambos, observa Jeffrey Hooke, um professor de finanças da Universidade Johns Hopkins.

As taxas de juros negativas provavelmente irá piorar esse problema, forçando os governos estaduais a tomar algumas “decisões difíceis”.

Os aposentados, a maioria deles acha que sempre irá receber seu dinheiro, mas pode ser que em 5 à 10 anos muitos não mais receberão, afirma Hooke.

Não será agradável, mas pode ser necessário.”

Conclusão

O elemento fundamental de todo o nosso sistema econômico – economizar dinheiro e emprestar custa dinheiro – está sendo desvendado diante de nossos olhos.

Fonte: Axios

*Credit Default Swap (CDS) é um instrumento financeiro geralmente negociado por investidores no mercado de renda fixa (obrigações) para especular ou fazer hedging, caso uma empresa entre em incumprimento na sua dívida (risco de crédito)

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =