Pastor vítima de coronavírus disse que a doença era “histeria” para “derrubar Trump”

Pastor Spradlin é uma das primeiras vítimas do coronavírus em Virgínia- Foto: Reprodução/ Facebook

O pastor cristão e músico gospel Landon Spradlin, de 66 anos, foi uma das primeiras mortes por coronavírus no Estado da Virgínia, nos EUA. As informações são do tablóide Raw Story.

Landon era apoiador do presidente norte-americano, Donald Trump, e já havia expressado uma visão negacionista sobre a pandemia da Covid-19, dizendo que a mídia estava fabricando uma “histeria em massa” para derrubar Trump. Nos comentários de sua publicação, ele chegou a admitir que o vírus era real, mas ressaltou que “a mídia está estimulando o medo e fazendo um trabalho ruim”.

No mesmo dia, 13 de março, ele compartilhou a publicação de outro pastor dizendo para se proteger da praga com “o espírito de Deus”.

O pastor morreu após se sentir mal em uma viagem para Nova Orleans com a esposa.

Fonte: O dia

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 3 =