Preso em SP um dos segurança que torturou adolescente em supermercado

A Polícia prendeu  na tarde da sexta-feira 6 em São Paulo, um dos seguranças suspeitos de torturar um adolescente de 17 anos em um supermercado da rede Ricoy.

Foto reprodução

Na segunda-feira (2), um vídeo divulgado pelas redes sociais mostrava tortura praticada em adolescente com fios elétricos por dois seguranças em um supermercado na Avenida Yervant Kissajikian, Zona Sul da capital paulista. O jovem, acusado de ter furtado chocolates, apareceu nu, com as mãos amarradas e a boca amordaçada nas imagens.

A Polícia Civil iniciou investigação de crime de tortura e, no dia seguinte, identificou os dois seguranças, Waldir Bispo dos Santos e Davi de Oliveira Fernandes, que são funcionários da KRP Valente Zeladoria Patrimonial. Na quarta-feira (4), a Justiça havia decretado a prisão dos seguranças, que culminou nesta sexta-feira (6) na prisão de Davi de Oliveira Fernandes, conhecido como Neto, que foi encaminhado para o 80º Distrito Policial (DP).

O segundo segurança, Waldir Bispo dos Santos continua foragido.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 4 =