Quem dançou agora chora! Parentes e militares reformados chamam Bolsonaro de traidor

Familiares de militares e antigos apoiadores de Jair Bolsonaro fizeram protestos contra as mudanças que o governo quer impor às aposentadorias de militares.

Dezenas de militares reformados e parentes dos que estão na ativa, entoaram um coro de “Bolsonaro Traidor” hoje, na Câmara, quando se votou – e derrotou – o destaque proposto pelo PSOL para modificar o texto-base do projeto na comissão especial da Câmara que estendia para todas as patentes da tropa os benefícios concedidos aos oficiais superiores, que podem levar a mais de 70% o reajuste, enquanto para os soldados chega, no máximo, a 12%.

A emenda previa substituir o adicional de habilitação militar (por cursos realizados),  em reajuste linear para todos os integrantes das Forcas Armadas. O impacto seria de R$ 130 bilhões em 10 anos, segundo estimativas da equipe econômica.

Esses ex-apoiadores do capitão, estão agora sentindo na pele, o que  Bolsonaro fez à todos os trabalhadores e a população em geral com a reforma da previdência.

Se agora os militares de baixa patente estão insatisfeitos, sugiro que façam igual aos trabalhadores, vão pra rua e façam grave! Só que tem uma coisa:

Quem usará o porrete para reprimir os milicos descontentes?

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 1 =