Senado argentino repudia golpe contra Morales na Bolívia

O Senado da Argentina aprovou na quarta-feira uma declaração condenando o golpe contra o governo do ex-presidente da Bolívia , Evo Morales, exilado no México.

Em uma mensagem publicada na rede social do Twitter, o Senado do país sul-americano explicou: “Com 29 votos afirmativos, é aprovado o projeto de declaração de repúdio ao golpe de estado perpetrado no Estado Plurinacional da Bolívia contra o governo democraticamente eleito do presidente. @evoespueblo ”.

A senadora Anabel Fernández Sagasti, da Frente para a Vitória, também relatou na mesma rede social as ações da Câmara Alta da Argentina: “Aprovamos em uma sessão especial do Senado argentino a declaração que condena o golpe de estado na Bolívia contra o Presidente @evoespueblo ”.

A Câmara dos Deputados da Argentina também aprovou uma declaração para condenar o colapso da ordem democrática na Bolívia.

“Convocamos todo o arco político para exigir a restituição imediata da ordem constitucional”, acrescentou o legislador argentino.

Anteriormente, a Câmara dos Deputados também aprovou uma declaração semelhante para condenar o golpe dado a Morales, no domingo passado.

O deputado argentino Agustín Rossi disse de sua parte no Twitter: “Dizemos a toda a América Latina, incluindo nosso país, que não aceitamos situações que interrompam os processos democráticos”.

O ex-presidente boliviano, que está no México desde segunda-feira passada, onde recebeu asilo diplomático, pediu quarta-feira um diálogo nacional para encontrar uma solução não violenta para a crise política em seu país.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − quatro =