Terceiro caso de morte confirmado por surto de Ebola em Goma, no Congo

fotos

As autoridades médicas da República Democrática do Congo confirmaram na quinta-feira que a esposa do mineiro Daniel Fataki, morreu na quarta-feira do novo surto de Ebola, após a comprovação do teste ter dado positivo para o vírus.

Este é o terceiro caso identificado na cidade de Goma, capital da província de Kivu do Norte, que desencadeia alarmes para o risco de um novo surto em outras regiões do país.

O mineiro falecido foi o segundo caso detectado em Goma desde que a epidemia foi declarada nas províncias de Kivu do Norte e Ituri (nordeste).

O Fataki começou a sofrer os sintomas no dia 22 de julho e morreu nove dias depois, então as autoridades sanitárias congolesas devem redobrar seus esforços para cortar sua cadeia de transmissão.

A cidade de Goma fica na fronteira com Ruanda e mais de um milhão de pessoas residem no local. Devido a grande possibilidade de surto da doença, Ruanda decidiu fechar a fronteira.

O primeiro caso foi um pastor evangélico que chegou de ônibus à cidade e morreu em 16 de julho, quando foi transferido para um centro de tratamento.

Esses casos desencadearam o medo de que a epidemia de Ebola, que já matou 1.800 pessoas, retorne .

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!