Xadrez da nova ordem mundial e do fim do império do dólar

A cooperação econômica global será baseada em investimentos coligados, tendo como meta melhorar o bem-estar dos povos.

fim do dólar

Por Luis Nassif

O Xadrez abaixo é um resumo da entrevista do cientista russo Sergey Glazyev, da Academia Russa de Ciências, publicada no The Saker, e traduzida no Brasil 247.

É a melhor interpretação que li, nos últimos tempos, sobre a nova ordem mundial.

Segundo Glazyev, há dois fenômenos mundiais ocorrendo simultaneamente.

Um, são as grandes mudanças tecnológicas que acontecem a cada 50 anos, exigindo novas formas de gerenciamento.

Outro, as mudanças econômicas, que ocorrem a cada 100 anos.

A mudança dos padrões tecnológicos geralmente é acompanhada por uma revolução tecnológica, por uma depressão e por uma corrida armamentista.

Já os padrões econômicos mundiais mudam a cada 100 anos e suas mudanças são acompanhadas por guerras mundiais e revoluções sociais. Deve-se ao fato das elites dominantes, na antiga estrutura, se enclausurarem nos sistemas antigos de gestão, tentarem combater as mudanças e os novos líderes, e manter a sua hegemonia e posição de monopólio por todos os meios, incluindo os meios militares e revolucionários.

Peça 1 – O império britânico

Foi o que ocorreu com o Império Britânico. A primeira revolução industrial esgotou-se e o império passou a ser confrontado por novas economias dinâmicas, especialmente o Império Russo e a Alemanha. Segundo o autor, a Primeira Guerra foi provocada pelos serviços de inteligência britânicos. A guerra levou a autodestruição dos três impérios europeus. – a Rússia czarista, o império alemão e o austro-húngaro, e também o quarto império otomano.

O Reino Unido manteve a dominância global. Mas foi sufocado pelas leis inexoráveis de desenvolvimento econômico.

Seu poder se baseava no sistema colonial, no trabalho escravo e na relação de trocas com outras economias, trocando matérias primas por produtos industrializados.

Peça 2 – o modelo soviético e o americano

O modelo britânico foi  superado pelos por três novos modelos, o soviético, o americano, e o da Alemanha nazista, com eficácia produtiva muito maior, porque organizados sobre princípios diferentes.

No caso dos EUA, o capitalismo das famílias foi  sendo substituído pelo poder das grandes corporações multinacionais. Em todos  os casos, estruturas centralizadas de regulação econômica, emissão monetária ilimitada, usando a moeda fiduciária para ativar a produção em massa de produtos, de forma muito mais eficaz.

Na Europa, o vitorioso foi o modelo nazista, segundo ele, apoiado pelas agências britânicas e pelo capital estadunidense. Hitler desenvolveu rapidamente um sistema centralizado de governança corporativa na Alemanha – o qual permitiu que o Terceiro Reich conquistasse rapidamente toda a Europa”.

Com a Alemanha destruída pela Segunda Guerra, a nova ordem imperial mundial restringiu-se ao modelo soviético e ao modelo ocidental, tendo como centro os EUA.

Compartilhar:

2 thoughts on “Xadrez da nova ordem mundial e do fim do império do dólar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!