1º de Maio: Socialismo ou barbárie!

Do PCB.orgDeclaração dos Partidos Comunistas e Operários por ocasião do Primeiro de Maio, Dia Internacional dos Trabalhadores

Os Partidos Comunistas e Operários, que assinam esta Declaração Conjunta, gostariam de expressar uma posição global comum por ocasião do Dia Internacional dos Trabalhadores, Primeiro de Maio.

Nossos partidos comunistas e operários organizam diversas atividades nesta ocasião, além de atividades internacionais, e esta Declaração universal é uma delas.

Neste ano, em um momento em que o impacto da epidemia de Covid-19 está ficando mais forte, o sistema de saúde pública nos países capitalistas claramente fracassa e não pode proteger a segurança humana. Milhões de trabalhadores perderam o emprego e os direitos trabalhistas são abolidos, milhares de trabalhadores, especialmente os idosos, correm o risco de perder a vida e os sistemas de saúde são impotentes diante dessa epidemia.

A economia mundial está em grande crise, enquanto os governos capitalistas ajudam as grandes empresas capitalistas monopolistas, dando trilhões de dólares a suas empresas para proteger os lucros capitalistas e deixam milhões a sofrer com pobreza, desemprego e marginalização. A nova crise global não é resultado da epidemia de Covid-19. Nós, como partidos comunistas e operários, estimamos que esta crise é o resultado de contradições intransponíveis do sistema de exploração, enquanto o surgimento da epidemia de Covid-19 enfatiza o caráter de classe da política antipopular dos governos burgueses e da economia de mercado capitalista, que negligenciou as políticas necessárias para o atendimento à saúde, ao meio ambiente e à pesquisa científica.

Nesta nova situação, lutamos como partidos comunistas e operários em nossos países contra as ditaduras, a extrema direita, o novo fascismo e, em geral, os regimes capitalistas que exploram a classe trabalhadora e outros estratos populares. Estamos lutando contra os planos e intervenções imperialistas dos EUA, da OTAN, da UE e de seus aliados. Ao mesmo tempo, lutamos juntos pelo socialismo que estabelecerá um desenvolvimento real, que atenderá às necessidades do povo e à causa da paz, abolirá a exploração do homem pelo homem.

O capitalismo não é o fim da história, e os partidos comunistas e operários procuram coordenar a luta internacional para derrubá-lo. A luta pela paz, pelos direitos dos trabalhadores, para salvar o meio ambiente, garantir a proteção da saúde pública, o fim da pobreza e o desemprego precisam do poder dos trabalhadores, do socialismo e da luta conjunta dos partidos comunistas e operários, da classe trabalhadora e dos povos.

O Primeiro de Maio permanece como o Dia Internacional dos Trabalhadores, para motivar nossa luta pelo socialismo, que é o futuro luminoso da humanidade.

Partidos da Solidnet que assinam a declaração conjunta:

Partido Comunista da Albânia
Partido do Trabalho da Áustria
Tribuna progressiva do Bahrein
Partido Comunista do Bangladesh
Partido Comunista Brasileiro
Partido Socialista dos Trabalhadores da Croácia
Partido Comunista na Dinamarca
Partido dos Trabalhadores Húngaro
Partido Comunista da Irlanda
Partido Comunista de Israel
Partido Comunista da Grécia
Partido Comunista Unificado da Geórgia
Partido Comunista da Jordânia
Partido Comunista do Curdistão – Iraque
Partido dos Trabalhadores da Irlanda
Partido Comunista do México
Partido Comunista do Nepal
Partido Comunista Palestino
Partido Comunista das Filipinas
Partido Comunista Sudanês
Novo Partido Comunista da Iugoslávia
Comunistas da Sérvia
Partido Comunista dos Trabalhadores da Espanha
Partido Comunista dos Povos da Espanha
Comunistas da Catalunha
Partido Comunista da Suazilândia
Partido Comunista do Sri Lanka
Partido Comunista da Turquia
Partido Comunista dos EUA
Partido Comunista da Venezuela

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =