A conferência global enfatiza a necessidade de colocar as questões das mulheres no topo das agendas políticas

assembleia mundial de mulheres.jpeg
O primeiro-ministro Fumio Kishida discursa na abertura da Assembleia Mundial para as Mulheres no sábado, em Tóquio. | KYODO

As perspectivas de gênero devem ser “integradas” no governo e na tomada de decisões de negócios em todos os campos, seja meio ambiente, energia, finanças ou segurança, disseram participantes de uma conferência internacional de mulheres de alto nível em Tóquio no sábado.

Na Assembleia Mundial das Mulheres (WAW!) 2022, organizada pelo governo japonês, o primeiro-ministro Fumio Kishida enfatizou a importância de colocar as questões enfrentadas pelas mulheres no topo das agendas políticas, especialmente agora, quando a crise climática, a pandemia de COVID-19 A pandemia e a guerra na Ucrânia tiveram um impacto particularmente forte sobre elas.

“Durante a pandemia de coronavírus, ouvimos relatos de aumento da violência contra as mulheres em muitos países, a ponto de agora ser chamada de ‘pandemia das sombras”’, disse Kishida em seu discurso de abertura.

“A maioria dos trabalhadores essenciais que oferecem cuidados de saúde e enfermagem são mulheres, que foram forçadas a trabalhar longas horas enfrentando um alto risco de infecção”, acrescentou Kishida. “Noventa por cento dos evacuados da guerra na Ucrânia são mulheres e crianças.”

As perspectivas das mulheres precisam ser incorporadas não apenas para trazer justiça, mas também para impulsionar o crescimento econômico, disse o primeiro-ministro, observando que seu governo pretendia colocar as questões das mulheres – incluindo a independência econômica.

A igualdade de gênero no Japão, apesar dos avanços nos últimos anos, continua indefinida. A nação ficou em 116º lugar entre 146 países no índice de desigualdade de gênero do Fórum Econômico Mundial deste ano, o mais baixo entre o Grupo das Sete nações industrializadas. Isso se deve, em grande parte, à baixa representação de mulheres em cargos de alto escalão nas arenas política e empresarial.

Para mudar o status quo, governos e empresas devem empregar todas as ferramentas disponíveis, incluindo cotas de gênero, disse Sima Bahous, diretora executiva da ONU Mulheres, ao fazer o discurso de abertura da conferência.

“Devemos usar todas as táticas à nossa disposição, incluindo medidas especiais como cotas, para garantir um lugar à mesa para as mulheres em cargos de decisão e liderança”, disse ela.

Luminares de países com classificações de igualdade muito melhores também compartilharam suas experiências, dizendo que também não foi fácil para eles.

Da Islândia, que ocupa o primeiro lugar no índice global de disparidade de gênero por 13 anos consecutivos, o presidente Gudni Thorlacius Johannesson citou um livro infantil recente ambientado em 1980, onde meninas são retratadas lutando por uma chance de praticar futebol como meninos. Foi no mesmo ano que a nação elegeu Vigdis Finnbogadottir, a primeira mulher eleita presidente democraticamente.

“(A história) mostra o quanto as coisas podem mudar para melhor em muito pouco tempo, apenas meio século, menos que isso”, disse ele durante seu discurso. “Basta a vontade de mudança.”

A conferência de sábado, a primeira após uma pausa de dois anos devido à pandemia, reuniu 250 oradores de todo o mundo e contou com 12 sessões, com temas que vão desde disparidades salariais, empreendedorismo e educação até questões relacionadas com jovens e mulheres do meio rural.

Related Posts
A UE no fio da navalha
fotos

E segue-o sem honra nem glória num inevitável declínio da economia à cultura. Nem algo diferente era de esperar. Aquilo [...]

Postura Hipócrita sobre a Guerra de Gaza
fotos

Os Estados Unidos vetaram mais uma resolução no Conselho de Segurança das Nações Unidas que pedia um cessar-fogo imediato em [...]

O Eixo da Assimetria assume a ‘ordem baseada em regras’
fotos

A Terceira Guerra Mundial está aqui, desenrolando-se de forma assimétrica em campos de batalha militares, financeiros e institucionais, e a [...]

Vídeo do canal turco TRTWORLD: Como Israel bombardeia áreas povoadas
fotos

Vídeo de um canal turco mostra como as forças israelense exterminam sistematicamente o povo palastino. Não há onde se esconder, [...]

Ele lutou pela nossa liberdade. As audiências finais sobre a extradição de Julian Assange para os EUA foram concluídas
fotos

O Supremo Tribunal de Londres concluiu as audiências sobre o apelo do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, de 52 anos, [...]

Scholz e Lackeys cavam sepultura para a Alemanha
fotos

A imagem que mostra o Chanceler Olaf Scholz com uma pá na mão a cavar alegremente a terra diz muito [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!