A crise continua – Após Carlos, agora é Flávio Bolsonaro quem ataca Bebianno

Eduardo Bolsonaro foi um dos parlamentares que mais celebraram a condenação do ex-presidente Foto: reprodução

Eduardo Bolsonaro compartilha texto que elogia decisão do pai de demitir o aliado

Após o imbróglio entre Carlos Bolsonaro e Gustavo Bebianno, outro filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi ao ataque neste sábado contra o ministro da Secretaria Geral da Presidência, que deve ser demitido na próxima semana.

Eduardo Bolsonaro, deputado federal pelo PSL, compartilhou texto que vem sendo divulgado nas redes sociais que defende o irmão, vereador no Rio de Janeiro, e aplaude a iminente demissão de Bebianno.

O texto diz que o ministro foi acusado de sabotar a escolha de Luiz Philippe de Orleans e Bragança ao cargo de vice-presidente na chapa – o que levou a escolha do general Hamilton Mourão (PRTB) para o cargo – e lembra que ele cuidava das candidaturas do PSL na última eleição.

A publicação compartilhada por Eduardo Bolsonaro, que vem sendo difundida em grupos de direita e monarquistas, também lembra o episódio dos laranjas e fantasmas na campanha do partido, cita o áudio que Carlos Bolsonaro divulgou para provar que o pai não conversou com Bebianno e destacou a abertura de investigação do caso pelo ministro da Justiça Sergio Moro.

Após todo esse relato, o texto diz que a imprensa e “membros do establishment” defendem de forma “apaixonada” Gustavo Bebianno e diz que “o buraco é mais embaixo”.

“E ainda tem jumento que diz que o Carlos atrapalha o pai. Vocês são idiotas ou o quê?”, encerra o texto compartilhado por Eduardo Bolsonaro.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − catorze =