A milícia fascista de Bolsonaro e a “manifestação democrática”

Foto: Reprodução

Seguranças do Planalto pediram a manifestantes a retirada de faixas contra o Congresso e o STF (Supremo Tribunal Federal), colocadas nas grades de proteção no entorno do local, em manifestação em favor do presidente neste domingo (17/05), de acordo com a Folha de S.Paulo

Nas faixas autorizadas havia mensagens como “não queremos FFAA [Forças Armadas] no poder, queremos Bolsonaro presidente”, “deixe Bolsonaro trabalhar”, “a vontade do povo é democracia” e “nossa bandeira jamais será vermelha”.

“Manifestação pura da democracia. Estou muito honrado com isso. O governo federal tem dado todo o apoio para atender as pessoas que contraíram o vírus e esperamos brevemente ficar livre dessa questão, para o bem de todos nós. O Brasil, tenho certeza, certeza, voltará mais forte”, disse Bolsonaro.

“Nenhuma faixa, nenhuma bandeira que atente contra a Constituição, contra o Estado Democrático de Direito”,  continuou o presidente.

Enquanto isso, na rampa do palácio do planalto, grupos de apoiadores com roupas camufladas saúdam Bolsonaro com gesto tipicamente nazi-fascista.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 6 =