A União Europeia vai monitorizar as conversas privadas

chats

Sob o pretexto de combater o abuso infantil na Internet, a Comissão Europeia apresentou uma proposta abrangente que permitiria que a rede fosse monitorada em busca de pornografia infantil e outros conteúdos impróprios. Um corpo especial separado provavelmente estará envolvido na vigilância. A notícia causou indignação entre os ativistas de proteção de dados, porque as medidas tomadas afetarão a correspondência pessoal e os bate-papos privados.

A comissária europeia Ylva Johansson garante que o pacote de medidas destina-se principalmente a facilitar a detecção de material de abuso infantil e é compatível com o Regulamento Geral de Proteção de Dados.

Especialmente para isso, deve ser criado um novo órgão independente, que coopere com a Europol e, por um lado, apoie os Estados-Membros na investigação, por outro lado, também ajude as vítimas de abuso infantil.

Os defensores da privacidade temem que as propostas da UE possam contornar a criptografia de bate-papos privados e procurar material suspeito diretamente nos dispositivos dos usuários. Pelo menos isso não está excluído.

Analistas à primeira vista da iniciativa da UE dizem que os bate-papos criptografados com segurança serão de fato banidos por requisitos de mandado de verificação. Além disso, tudo isso envolve armazenar grandes quantidades de dados com correspondência privada.

“Este será o sistema de vigilância em massa mais sofisticado já criado fora da Rússia ou da China”, escreveu Matthew Green, um conhecido criptógrafo no Ocidente, no Twitter.

A comissária europeia Ylva Johansson, na tentativa de acalmar a indignação, referiu-se ao Regulamento ePrivacy, que já permite aos provedores verificar o tráfego de dados em busca de spam e malware. Agora deve ser responsabilidade dos “provedores de serviços e hospedagem” verificar se há pornografia infantil. Mas a monitorização deve ser realizada apenas após a ordem, devendo também estar envolvido no procedimento um organismo independente no Estado-Membro em causa. Detalhes sobre como isso deve funcionar na prática, Johansson não deu.

Fonte: annanews.info

Related Posts
Empresas “donas da água” no Brasil pagaram 5 centavos para cada 10 mil litros captados
fotos

Cobrança pelo uso da água, criada para promover uso racional do recurso, ainda engatinha no país [...]

Educação é principal foco de projetos de lei conservadores na Câmara
fotos

A educação é o tema mais recorrente dos projetos de lei apresentados por políticos considerados católicos ou evangélicos, na Câmara [...]

Cemitérios privatizados de SP cobram até dez vezes mais para reenterrar mortos da covid
fotos

A mãe da jornalista Ludmila Pizarro foi uma das quase 47 mil vítimas fatais da covid-19 em São Paulo no [...]

“A justiça ainda não foi feita”, diz viúva do músico Evaldo Rosa
fotos

Julgamento de militares que assassinaram músico com tiros de fuzil no Rio de Janeiro será realizado nesta quinta no STM

Multas por desmatamento na Amazônia caem 90% em janeiro com protesto de fiscais do Ibama
fotos

Após um ano de intensa fiscalização, que teve como resultado mais visível a queda de 50% nos alertas de desmatamento [...]

Quais são as organizações que promovem “terapias” de conversão sexual no Brasil
fotos

Filho e neto de pastores, Betuel, 23 anos, foi coagido a participar de cultos de libertação da Igreja Quadrangular quando [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!