As cartas de amor homossexual entre Pinochet e Jaime Guzman

De Hitler à Pinochet, todo o fascista tem um recalque profundo que precisa esconder da sociedade, e a forma encontrada é através da violência.

do El caminante

O excelente historiador nacional, Lalo Landa, em seu próximo livro, “O Rincão da Casa Redonda, revelou novos detalhes sobre a relação de carácter homossexual que teve o delinquente genocida, Augusto Pinochet, com Jaime Guzman, autor intelectual do aberrante e antidemocrático sistema econômico e social imposta pela ditadura. Abaixo parte do conteúdo das cartas:

Pinochet para Jaime Guzmán. 23 de março de 1983

Meu querido Jaime, sinto falta de suas caricias, Lúcia não olha para meus olhos como tu faz, ela só está interessada no dinheiro, você me dá amor. Tenho saudades de seus pelos, os pequenos pelos  saindo de suas orelhas,  até que sua barriga disforme. Desejo vê-lo o mais rápido possível para nós amar em torno de nossos pensamentos. Com muito carinho, teu Ditador..

Jaime Guzmán para Pinochet. 28 de março de 1983:

Meu Hitler crioulo, Longueira não é nem uma quarta parte do grande homem que você é. Eu gostaria que a sociedade fosse diferente para aceitar o nosso amor. Juntos poderíamos ser os donos do mundo, você como o imperador galáctico, eu como Leia Organa. Algum dia as grandes avenidas se abrirão como eu abro para você. Sempre ao seu lado, Jaime.

Pinochet para Jaime Guzmán. 15 de junho de 1983:

Não suporto a solidão sem você meu Jaime, eu acho que Lúcia me engana, eu sei que ela nunca me amou mas eu aceitei esconder meus sentimentos de verdadeiros. Eu te amo com toda a minha alma, torturaria comunistas  só para te ver sorrir. Aguardo nossa reunião na quinta-feira. Estou me exercitando por você. Com carinho. Teu genocida.

Jaime Guzmán para Pinochet. 19 de junho de 1983:

Meu Deus, você me deixa louco. Me é tão apertado o Cilício que sinto que minha perna cairá. Parei de ir às festas que Jovino, Chadwick e Larraín estão fazendo em Colonia Dignidad porque não estou mais interessado nas coisas que eles fazem com Paul Schäfer. Estou interessado apenas em você Em breve nos veremos e será como um tiro na cabeça. Sempre seu. Jaime.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =