Autoridades venezuelanas capturam 14 mercenários nas últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas, as Forças de Segurança do Estado da Venezuela capturaram um total de 14 mercenários que participaram do ataque marítimo armado em 3 de maio, com a intenção de perpetrar um golpe de Estado e assassinar o Presidente Constitucional, Nicolás Maduro Moros.

A Região de Defesa Estratégica do Capital Estratégico da Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) informou na manhã de segunda-feira que nas últimas horas do domingo, três mercenários foram capturados na cidade montanhosa de San Miguel, na freguesia de Carayaca, estado de Vargas.

Anteriormente, a FANB relatou a captura de um grupo de oito mercenários na área montanhosa de Petaquirito, localizada a cerca de 50 quilômetros de Caracas; Entre os detidos pelas autoridades está o líder do sobrinho e golpe do ex-general, Clíver Alcalá Cordones.

Nas manhãs de domingo, as Forças de Ações Especiais (FAES), pertencentes à Polícia Nacional Bolivariana, indicaram que haviam detido no bairro de Tovar, estado de Aragua, três indivíduos envolvidos na fracassada incursão armada ocorrida em 3 de maio.

Os detidos pelo FAES foram identificados como Primeiro Tenente Jairo Betemy, Segundo Sargento do Exército, Franco Jonathan e Primeiro Sargento da Guarda Nacional Bolivariana (GNB), Evan Rincón, que agora estão sob custódia das autoridades correspondentes.

No momento, 31 mercenários (incluindo oito da área montanhosa de Petaquirito e dois ex-boinas verdes dos Estados Unidos) foram capturados pela tentativa de desestabilizar o pais sul americano.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + oito =