Bolsonaristas são presos por arruaça em frente à casa de Alexandre de Moraes

Cerca de 15 bolsonaristas raivosos se aglomeraram em frente à residência do ministro e três deles foram detidos e levados para o 14º Distrito Policial

Foto: Reprodução

As graves denuncias feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro dos planos de Bolsonaro para atropelar e aparelhar a Polícia Federal estão enlouquecendo os fanáticos seguidores do “mito”.

Quinze milicianos se juntaram para fazer balbúrdia neste sábado (02) em frente da casa do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em São Paulo. Com uma caixa de som, eles agrediram o magistrado e incomodaram os vizinhos.

Abriram cartazes e ligaram uma caixa de som para proferir ofensas contra Alexandre de Moraes e o STF.

Na quarta-feira (29), o ministro Alexandre de Moraes impediu liminarmente a posse de Alexandre Ramagem no comando da PF. O membro da corte viu na indicação de Bolsonaro um desvio de finalidade, já que havia indícios de que o presidente usaria o cargo para coletar informações de processos.

Na tarde deste sábado o juiz e ex-ministro Sérgio Moro prestou depoimento sobre as denúncias que fez dos planos de Bolsonaro de intervir politicamente na Polícia Federal.

A Polícia Militar foi acionada e levou três pessoas para a delegacia por calúnia e difamação. O ministro afirmou que já representou os manifestantes para a delegada do 14º Distrito Policial, onde o caso será investigado.

“Prisão em flagrante documentada com áudios e vídeos. Já representei para a delegada prosseguir com o inquérito”, disse Moraes. Moraes já vinha sendo vítima de ataques por parte da milícia bolsonarista por chefiar inquéritos que investigam o gabinete do ódio e os organizadores de atos antidemocráticos do dia 19 de abril.

Alexandre Ramagem, que foi barrado por Moraes de tomar posse no comando da PF, é amigo da família Bolsonaro, particularmente de Carlos Bolsonaro e foi escolhido pelo presidente da República para ser o seu homem de confiança na direção-geral da PF.

Fonte: HP

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 3 =