Cientistas descobriram quanto tempo leva para o cérebro se recuperar após abstinência do álcool

As funções cerebrais prejudicadas em uma pessoa podem ser restauradas após uma abstinência prolongada de consumo de álcool, relata um estudo científico publicado na revista Alcohol.

fotos

O estudo incluiu 88 participantes com diversos graus de dependência de álcool e 45 voluntários que não tiveram problemas com álcool. Usando imagens de ressonância magnética (MRI), os cientistas mediram a espessura do córtex cerebral dos pacientes. Descobriu-se que a restauração da espessura do córtex cerebral leva em média 7,3 meses. No entanto, o autor do trabalho, Timothy Durazzo , observa que ainda não há dados suficientes sobre como exatamente as estruturas cerebrais são restauradas após um longo período de abstinência de álcool e tratamento.

A descoberta mais impressionante do estudo foi a recuperação linear da espessura cortical ao longo do tempo na maioria das áreas estudadas – 26 de 34. As alterações mais significativas foram detectadas 7,3 meses após abandonar o álcool.

Os pacientes que beberam muito no ano anterior ao estudo tiveram uma taxa de recuperação cerebral mais lenta em comparação com outros participantes do estudo. Os pesquisadores concluíram que a quantidade e a duração do consumo de álcool influenciam a taxa de recuperação cerebral. A recuperação lenta de algumas regiões do cérebro também foi encontrada em pacientes com risco de doença cardiovascular.

Related Posts
Matando o bem-estar algoritmicamente
Inteligência artificial

ALGUMAS das mais proeminentes startups de IA, empresas tecnológicas, seus executivos, investigadores e engenheiros querem fazer-nos acreditar que a inteligência [...]

‘Doença X’: o mundo deve se preparar para uma nova pandemia que pode matar 20 vezes mais que o coronavírus
fotos

A Organização Mundial da Saúde usa o termo “Doença X” para se referir a uma infecção com potencial para causar [...]

Carbono azul: aquecimento dos oceanos ameaça plâncton e clima do planeta
fotos

Grande parte do ar que respiramos é produzido nos oceanos por criaturas que nem enxergamos. Um trabalho feito de forma [...]

O buraco na camada de ozônio sobre a Antártida tornou-se o maior já registrado na história
fotos

Medições do satélite Copernicus Sentinel-5P mostram que sua área atingiu 26 milhões de km² – isto é 3 vezes maior [...]

Ciência: A humanidade moderna surgiu graças a 1.280 indivíduos
fotos

Poderá o destino dos oito bilhões de pessoas que vivem agora na Terra ter dependido da resiliência de apenas 1.280 [...]

Cientistas descobriram a capacidade das plantas de emitir sons em situações perigosas
fotos

Parece que Roald Dahl afinal adivinhou uma coisa: quando as plantas são danificadas, elas emitem sinais sonoros

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!