Conta de Trump foi permanentemente suspensa do Twitter

A administração da rede social suspendeu permanentemente a conta do atual presidente dos EUA devido ao risco de mais incitação à violência

fotos

O Twitter suspendeu permanentemente a conta do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, devido ao risco de mais incitação à violência, em nota divulgada  na sexta-feira.

“Suspendemos permanentemente a conta devido ao risco de mais incitamento à violência”, escreveu a administração da rede social. Acrescentaram que tal decisão foi tomada após uma análise abrangente das recentes declarações do líder americano.

Em particular, a administração do Tweeter descobriu que os dois tweets ade Trump violaram a política da rede que visa proibir a glorificação da violência.

“Os 75 milhões de grandes patriotas americanos que votaram em mim, America First e Make America Great Again, terão uma Voz Gigante por muito tempo no futuro. Eles não serão desrespeitados ou tratados injustamente de qualquer maneira !!!” Trump tweetou na sexta-feira.

“A todos os que me pediram, não irei à posse no dia 20 de janeiro”, acrescentou na sexta-feira. No momento, Trump não tem acesso ao Twitter. O presidente tem mais de 80 milhões de seguidores no Twitter.

Na quarta-feira, Trump foi proibido de twittar por pelo menos 12 horas devido a violações. A administração da rede social esclareceu então que em caso de violações repetidas, a conta será suspensa definitivamente.

Em 6 de janeiro, os apoiadores de Trump invadiram o prédio do Congresso dos Estados Unidos para impedir a aprovação dos resultados das últimas eleições presidenciais de 3 de novembro no país, que foram vencidas pelo candidato democrata Joe Biden. O mandato de Trump expira em 20 de janeiro. Atualmente, os principais representantes do Partido Democrata dos EUA no Congresso insistem em iniciar um novo procedimento de impeachment para Trump.

Durante os distúrbios em Washington, a polícia do Capitólio atirou em uma manifestante. Mais três mortes não relacionadas foram relatadas e posteriormente qualificadas como emergências médicas. Além disso, um policial do Capitólio morreu após os confrontos.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!