Eleições presidenciais começam na Síria

Os sírios terão de escolher entre o presidente sírio, Bashar al Assad, e os candidatos da oposição Mahmoud Ahmed Merii e o ex-parlamentar socialista Abdallah Sallum Abdallah

síria
Mais de 18 milhões de sírios, dentro e fora do país, são convocados para participar das eleições que definirão o novo chefe de estado do país árabe. | Foto: EFE

A partir das 7h (hora local) desta quarta-feira, começaram as eleições presidenciais da Síria, com a abertura de mais de 12.000 assembleias de voto distribuídas por todo o país.

Desde as primeiras horas da madrugada, milhares de sírios e responsáveis ​​pelas assembleias de voto dirigiram-se aos centros de votação para exercer o seu direito constitucional de eleger o próximo presidente.

De acordo com as autoridades eleitorais, mais de 18 milhões de sírios, dentro e fora do país, são convocados para participar das eleições que definirão o novo chefe de estado do país árabe nos próximos sete anos.

O dia da votação vai até às 19h00, com possibilidade de prorrogação do horário por mais cinco horas se necessário.

Medidas de biossegurança contra a Covid-19 serão aplicadas nos centros de votação para garantir que o povo sírio exerça seu direito de voto com o menor risco possível de contágio.

Além do atual presidente sírio, Bashar al Assad, concorrem pela oposição Mahmoud Ahmed Merii e ao ex-deputado socialista Abdallah Sallum Abdallah.

Estas são as segundas eleições realizadas no país após o início da guerra promovida pelos Estados Unidos (EUA) e seus aliados, em que o Governo conseguiu combater grupos terroristas em mais de 90 por cento do território.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!