Graças a Bolsonaro e a sua “Ave Maria”, viramos piada para portugueses

Homenagem do presidente às vítimas de covid-19 se tornou deboche em programa de TV de Portugal

vexame
Um cavalo relinchando seria mais sublime que essa “homenagem” dispensável, afinal os mortos não merecem isso!

Do Catraca Livre – Pelo visto, não foi apenas Paulo Guedes que pareceu estar no fundo do poço enquanto Gilson Machado, presidente da Embratur, tocava ‘Ave Maria’, de Schubert, na sanfona, durante a live de Jair Bolsonaro (sem partido). O vídeo, que gerou vergonha alheia nos internautas, rodou o mundo e, pasmem, virou piada em um programa de Portugal.

Isso mesmo! Você, que está lendo este texto, viveu para ver o brasileiro virar motivo de chacota para nossos eternos ‘rivais’. E graças a ele, o presidente da república – mais uma vez.

Uma atração da TV SIC Notícias reuniu uma bancada de comentaristas que, após assistirem a um trecho da apresentação promovida por Bolsonaro, iniciaram uma série de deboches a respeito da performance do músico e da intenção que o presidente tinha com tal performance.

“Você já tinha ouvido ‘Ave Maria’, de Schubert, na sanfona?”, questionou um. “Não, e a minha sensação é de que continuo nunca ter ouvido. Essa música pode ter sido tanto ‘Ave Maria’, do Schubert, quanto P’arabéns a Você’”, disse outro, arrancando risadas dos colegas de bancada.

Sobre o presidente, ele foi além nas críticas. ‘O Bolsonaro diz: ‘É uma homenagem aos que se foram’. Mas não diz que são pessoas. Poderia ser uma homenagem bonita a um gato morto”, zombou mais um pouco. “Até porque a homenagem pareceu o som de vários gatos gritando”, completou.

Assista ao momento vexatório abaixo:

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 10 =