Guiana rejeita pedido dos EUA de transmissão de rádio contra a Venezuela

Os EUA pretendiam, com uma antena de onda média da Guiana, transmitir conteúdo da Voz das Américas para atacar a Venezuela

reeleição

O jornal Chronicle revelou neste sábado que o governo da Guiana rejeitou o pedido dos Estados Unidos (EUA) para transmitir conteúdo da Voz das Américas contra a Venezuela a partir do território guianense.

De acordo com o meio de comunicação, as autoridades dos EUA planejavam usar uma antena de onda média na Guiana para transmitir conteúdo do governo Donald Trump para o espaço de rádio da Venezuela.

O artigo publicado pela Chronicle revelou que o pedido foi feito pelo Conselho Executivo de Radiodifusão em Washington ao Ministério das Relações Exteriores da Guiana, que posteriormente passou o pedido ao portfólio público de telecomunicações do país do Caribe.

O pedido dos EUA se refere à estação de rádio da Guiana de 560 kHz para colocar o novo sinal de onda média em uma frequência existente ou em uma nova frequência atribuída, que teria uma potência de 50 KW para poder chegar ao território venezuelano.

O jornal revelou as declarações da diretora de Comunicações da presidência da Guiana, Ariana Gordon, que rejeitou o pedido, “não é do nosso interesse nacional fazer algo que contribua para desestabilizar as relações com a Venezuela”, acrescentou.

A Voz das Américas é uma plataforma de notícias e multimídia dos EUA encarregada de caluniar e atacar o presidente constitucional da Venezuela, Nicolás Maduro.

Fonte: Prensa Latina

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =