Lewandowski, do STF: sociedade tem de saber de tudo e juiz precisa ser imparcial

Ministro evitou comentar conluio entre Moro e Dallagnol: “Possivelmente terei de julgar algo sobre o tema”

fotos
Ministro Ricardo Lewandowski, do STF(Foto: Fellipe Sampaio/STF,Divulgação)

Sem citar diretamente Sérgio Moro, Deltan Dallagnol ou as denúncias divulgadas pelo Intercept Brasil na última semana, mas respondendo a questões sobre o tema, o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, afirmou durante palestra em Salvador (BA) que a sociedade tem o direito de “saber de tudo” e que todo juiz deve agir com imparcialidade.

O evento aconteceu na sexta-feira (14) na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia.

“O relacionamento de juízes com as partes está bem fundamentado no artigo oitavo do Código de Ética da Magistratura. É só olhar e procurar entender”, disse Lewandowski.

O artigo determina que “o magistrado imparcial é aquele que busca nas provas a verdade dos fatos, com objetividade e fundamento, mantendo ao longo de todo o processo uma distância equivalente das partes, e evita todo o tipo de comportamento que possa refletir favoritismo, predisposição ou preconceito”.

O ministro evitou comentar o caso do conluio entre Moro, quando juiz no Paraná, e a força tarefa da Lava Jato para condenar sem provas o ex-presidente Lula, impedindo-o de disputar as eleições de 2018.

“Não posso falar sobre esse assunto porque eu possivelmente terei que julgar alguma coisa relativa a esse tema. A lei da magistratura veda que qualquer juiz se manifeste sobre assuntos que venha a apreciar”, disse.

Questionado sobre a divulgação dos diálogos, mesmo em se tratando de conversas privadas, Lewandowski defendeu que a liberdade de expressão é um dos pilares da democracia.

“A sociedade tem que saber de tudo, nós vivemos em uma Constituição que tem também como uma baliza fundamental a transparência e publicidade”, disse o magistrado.

Do Brasil de Fato

Related Posts
Empresas “donas da água” no Brasil pagaram 5 centavos para cada 10 mil litros captados
fotos

Cobrança pelo uso da água, criada para promover uso racional do recurso, ainda engatinha no país [...]

Educação é principal foco de projetos de lei conservadores na Câmara
fotos

A educação é o tema mais recorrente dos projetos de lei apresentados por políticos considerados católicos ou evangélicos, na Câmara [...]

Cemitérios privatizados de SP cobram até dez vezes mais para reenterrar mortos da covid
fotos

A mãe da jornalista Ludmila Pizarro foi uma das quase 47 mil vítimas fatais da covid-19 em São Paulo no [...]

“A justiça ainda não foi feita”, diz viúva do músico Evaldo Rosa
fotos

Julgamento de militares que assassinaram músico com tiros de fuzil no Rio de Janeiro será realizado nesta quinta no STM

Multas por desmatamento na Amazônia caem 90% em janeiro com protesto de fiscais do Ibama
fotos

Após um ano de intensa fiscalização, que teve como resultado mais visível a queda de 50% nos alertas de desmatamento [...]

Quais são as organizações que promovem “terapias” de conversão sexual no Brasil
fotos

Filho e neto de pastores, Betuel, 23 anos, foi coagido a participar de cultos de libertação da Igreja Quadrangular quando [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!