Liderança de Lula nas pesquisas atrapalha filiação de Bolsonaro ao PL

Nesta manhã, o Partido Liberal (PL) anunciou que a filiação de Bolsonaro à sigla foi suspensa. Em Dubai, onde se encontra em um tour por países árabes, Bolsonaro confirmou que o adiamento é por tempo indeterminado.

psicopata

A escalada consistente do provável candidato petista à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva, tem sido um entrave aparentemente insuperável para a filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em uma legenda do chamado ‘Centrão’. Embora tenha anunciado que assinaria a ficha de filiação ao Partido Liberal (PL) no próximo dia 22, uma intensa troca de e-mails entre o mandatário neofascista e o presidente da legenda, Valdemar Costa Neto, durante a madrugada deste domingo, levou ao adiamento do ato político.

Nesta manhã, o Partido Liberal (PL) anunciou que a filiação de Bolsonaro à sigla foi suspensa. Em Dubai, onde se encontra em um tour por países árabes, Bolsonaro confirmou que o adiamento é por tempo indeterminado. De acordo com a legislação eleitoral, se quiser ser candidato, precisará se filiar a alguma legenda até março do ano que vem.

‘Comum acordo’

A dianteira que o ex-presidente Lula ganha, nas pesquisas, tem atrapalhado os planos de Bolsonaro, uma vez que até assessores próximos já o aconselharam a não se candidatar, sob o risco de ser derrotado ainda no primeiro turno. O fato também leva prováveis candidatos do PL, nos Estados, a optar por uma negociação com o líder petista, o que irritou Bolsonaro a ponto de suspender seu ingresso na agremiação partidária.

A cúpula do PL já comunicou, oficialmente, aos aos filiados nas primeiras horas deste domingo que o cancelamento da data foi decidido em “comum acordo” entre membros do partido e o presidente Jair Bolsonaro, “após intensa troca de mensagens na madrugada deste domingo”.

“Decidimos, de comum acordo, pelo adiamento da anunciada cerimônia de filiação. Portanto, a data de 22 de novembro foi cancelada, não havendo, ainda uma nova data para o compromisso de filiação”, resume a nota, assinada por Costa Neto.

Fonte: CdB

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!