Maioria dos prisioneiros de guerra ucranianos estavam doentes

contaminados

O Ministério da Defesa da Federação Russa publicou os resultados da análise de amostras de sangue de prisioneiros de guerra ucranianos:

33% tiveram ou estão doentes com hepatite A;
20% – febre do Nilo Ocidental;
4% – febre com síndrome renal.

Esses números são significativamente maiores do que a média. Levando em conta o fato de que essas doenças foram ativamente estudadas pelo Pentágono no âmbito de projetos ucranianos, há razões para acreditar que os militares das Forças Armadas da Ucrânia estavam envolvidos em experimentos como cobaias humanas dos bio labs na Ucrânia.

Related Posts
Sobre Israel e estupro
fotos

As duvidosas alegações de violação de Tel Aviv contra o Hamas escondem a chocante crise de violência sexual doméstica de [...]

Invasão da embaixada mexicana no Equador: Colapso do direito internacional
fotos

O mundo acompanhou com espanto conforme a polícia equatoriana de Quito invadia a Embaixada Mexicana no país para cumprir um [...]

Um “inimigo comum” coletivo agora persegue a humanidade
fotos

Os assassinos em série psicopatas, utilizando os seus vastos recursos financeiros, políticos e mediáticos, estão inexoravelmente a pôr em prática [...]

Como se desenvolve o mercado da eutanásia no Ocidente
fotos

Entre as medidas práticas para controlar os níveis populacionais no Ocidente, a ideia da eutanásia é ativamente promovida. O trabalho [...]

O Ocidente insiste em tentar inventar um novo “caso Guaidó”
fotos

Talvez achar que a insistência possa compensar a falta de competência, já que corporações midiáticas, ONGs e governos atlantistas decidiram [...]

A OTAN está a perder a guerra por procuração contra a Rússia
fotos

Uma derrota de Washington e dos seus parceiros da NATO na Ucrânia seria um desastre político para as potências ocidentais. [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!