Mais de 300 militantes do Talibã morreram em confrontos em Panjshir, no Afeganistão

Segundo a fonte, o Talibã não conseguiu romper a linha de defesa e teve que recuar

combate

Mais de 300 militantes do Talibã morreram em confrontos com a resistência na província de Panjshir, que não sucumbiu ao Taleban, disse uma fonte da resistência à TASS na quarta-feira.

“Os confrontos que começaram ontem à noite, depois que o Taleban tentou invadir a província de Panjshir, resultou na eliminação de mais de 300 seus militantes. Várias dezenas de radicais foram gravemente feridos ou capturados”, disse a fonte.

“Atualmente, as hostilidades nas entradas para a região continuam. O Taleban não conseguiu quebrar a linha de defesa e eles têm que recuar agora”, disse a fonte.

O porta-voz da Resistência, Fahim Dashti, disse a jornalistas que, nas últimas 40 horas, o Taleban tentou vários ataques em Panjshir, mas foram derrotados.

Related Posts
Sobre Israel e estupro
fotos

As duvidosas alegações de violação de Tel Aviv contra o Hamas escondem a chocante crise de violência sexual doméstica de [...]

Invasão da embaixada mexicana no Equador: Colapso do direito internacional
fotos

O mundo acompanhou com espanto conforme a polícia equatoriana de Quito invadia a Embaixada Mexicana no país para cumprir um [...]

Um “inimigo comum” coletivo agora persegue a humanidade
fotos

Os assassinos em série psicopatas, utilizando os seus vastos recursos financeiros, políticos e mediáticos, estão inexoravelmente a pôr em prática [...]

Como se desenvolve o mercado da eutanásia no Ocidente
fotos

Entre as medidas práticas para controlar os níveis populacionais no Ocidente, a ideia da eutanásia é ativamente promovida. O trabalho [...]

O Ocidente insiste em tentar inventar um novo “caso Guaidó”
fotos

Talvez achar que a insistência possa compensar a falta de competência, já que corporações midiáticas, ONGs e governos atlantistas decidiram [...]

A OTAN está a perder a guerra por procuração contra a Rússia
fotos

Uma derrota de Washington e dos seus parceiros da NATO na Ucrânia seria um desastre político para as potências ocidentais. [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!