Menos armas e mais remédios e alimentos para o mundo!

A pandemia de coronavírus desencadeou uma crise econômica no mundo só comparável com a segunda guerra mundial

a peste
Reprodução

Até o momento (06/04), são 1,270 milhão de infectados e 69,419 mil mortes, e os governos dos países mais afetados, principalmente na Europa,  procuram uma solução urgente de onde virá dinheiro para manter milhões de pessoas em quarentena sem afetar muito os já combalidos cofres públicos.

O presidente do governo espanhol Pedro Sanchez, divulgou um texto intitulado “A Europa está em jogo”,  que pede à UE que desenvolva um “novo plano Marshall”, capaz de injetar liquidez nas economias europeias, depois que a pandemia forçou vários países da mundo a encerrar atividades produtivas.

“A Europa nasceu das cinzas da destruição e do conflito. Aprendeu as lições da história e entendeu algo muito simples: se nem todos vencermos, no final, todos perderemos”, disse o chefe de governo.

Em seu artigo, Sánchez lembrou que “a Europa está passando por sua maior crise desde a Segunda Guerra Mundial. Nossos cidadãos estão morrendo ou lutando em hospitais saturados por uma pandemia que representa a maior ameaça à saúde pública desde a gripe de 1918”.

Sánchez apela às autoridades da UE “para construir uma economia de guerra e promover resistência, reconstrução e recuperação européia”, agora e depois que a pandemia for superada.

Já se sabe  que a Comissão Europeia prevê uma recessão econômica em 2020 na União Europeia (UE). A previsão devido a pandemia terá um “impacto” negativo sobre o crescimento entre 2% e 2,5%, em comparação com as previsões mais recentes de “cerca de 1,4%”.

Dinheiro para recuperar a economia existe, porém, é necessário ações políticas ousadas que corte recursos em áreas totalmente desnecessárias. Só para se ter uma ideia, o gasto total em defesa da OTAN em 2019 foi de US $ 1, 039.628 trilhão, uma soma astronômica!

A existência da OTAN em si é um anacronismo, e implica um sacrifício enorme para as populações dos países membros em manter toda essa estrutura de guerra.

O mundo precisa que silencie os canhões para haver paz e prosperidade, mas quem terá a coragem de faze-lo?

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 13 =