Nem Bolsonaro, nem Mourão!

Corre nos bastidores da política em brasília que está sendo preparado a renúncia de Bolsonaro em troca de anistia dos filhos bandidos 01,02,03

Reprodução do Youtube

Caso se concretize a renúncia, seria mais um caso dos conchavos que sempre houve no Brasil em momentos de crise. Porém, quem assumiria em seu lugar após a renúncia? O seu vice General Mourão, co-responsável dessa aventura neo fascistas que vem deteriorando a economia e agora agravada com a postura irracional de Bolsonaro de tentar romper um consenso nacional a respeito do confinamento para deter o avanço da pandemia do coronavírus.

A troca de Bolsonaro por Mourão é o mesmos que trocar seis por meia dúzia. Será a mesma política econômica neoliberal nefasta do ministro Paulo Guedes, que até o momento provocou  13,1 milhões de desempregados e 38,8 milhões de subempregados (trabalhadores informais). E igualmente será os mesmo personagens do ministério medonho que Bolsonaro montou a sua imagem e semelhança, com Weintraub, Damares, Moro et caterva!

É preciso que haja a renúncia coletiva desse governo de irresponsáveis e incompetentes. A solução imediata é que o presidente Câmara dos Deputados Rodrigo Maia assuma um mandato tampão de 90 dias e convoque uma nova eleição para presidente.

Agora é a hora dos movimentos sociais e partidos políticos de esquerda se unirem com o lema “Nem Bolsonaro e nem Mourão, eleição já”!

 

 

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 1 =