O dólar furado – BRICS criará seu próprio sistema de pagamento

Um novo sistema unificado de pagamento, chamado BRICS Pay, está sendo criado pelas cincos economias emergentes do grupo – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Foto: Jornal Izvéstia / Pavel Bednyakov

Os países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul) estão desenvolvendo um sistema de pagamento único chamado BRICS Pay.

O jornal russo Izvestia (sexta, 28) , citando o Fundo de Investimento Direto da Rússia (RDIF, na sigla em inglês), os membros do BRICS querem criar uma carteira online para integrar os sistemas de pagamento de cada país.

Especula-se que o pagamento será feito usando um aplicativo móvel, independentemente da moeda nacional do comprador. Ao mesmo tempo, outros países poderão usar a plataforma, se assim o desejarem. A versão piloto começa na África do Sul no início de abril.

A Câmara de Comércio observou que a criação de um novo sistema de pagamentos internacionais (NMPS) era uma prioridade para os membros do BRICS, dada a instabilidade na esfera econômica.

Segundo os especialistas, um sistema de pagamento único contribuirá para o desenvolvimento do comércio e reduzirá a dependência de organizações transnacionais, o que é muito importante no contexto da atual deterioração das relações internacionais.

Os bancos centrais dos países BRICS, bem como a Organização para Cooperação de Xangai (OCX) e a União Econômica Eurasiática (UEE) liderada pela Rússia, têm trabalhado no desenvolvimento desse sistema conjunto, apesar do Banco Central da Rússia ainda não ter discutido especificamente a criação dessa carteira online.

Todos os Estados participantes do grupo possuem seus próprios sistemas de pagamento nacionais. A China tem o UnionPay, a Índia desenvolveu o RuPay e o Brasil usa o ELO, enquanto que a Rússia possui o Mir, criado em 2015 após a introdução das sanções ocidentais contra o país.

Compartilhar:

One thought on “O dólar furado – BRICS criará seu próprio sistema de pagamento

  1. Do jeito que o Bozo cuida da nossa economia, mais um ano e seremos ultrapassado por outro país, e não será mais Brics. poderá ser Meric, no caso o México, mas, como os dois países são dependentes da economia americana, os asiaticos e a indonésia, devem ultrapassarem nosso pib em pouco tempo.
    Com esse presidente e seu ministro da economia duas bombas pronta pra explodirem, vamos de mal a pior não só no setor econômico como no social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 − 4 =