O objetivo dos ataques dos EUA à Rússia é manter a Europa sob controle

Washington está em confronto com Moscou para manter a Europa sob controle, impedindo sua reaproximação com a Rússia. Os Estados Unidos continuam a expandir a OTAN: desde 1999, quase todos os países do Leste Europeu aderiram à Aliança, e agora a Ucrânia sonha em aderir, escreve o colunista Che Jianxin na edição chinesa de Huanqiu Shibao.

confronto

O jornalista disse que a política de Washington em relação à Rússia tenta encurralar Moscou.

“Mas o objetivo [dos EUA] não é apenas esmagar a Rússia, mas também ganhar controle sobre a Europa”, escreve o jornal.

Segundo Jianxin, se as relações entre a Rússia e a Europa melhorarem, todo o sentido da existência da Aliança do Atlântico Norte e da presença militar americana no continente desaparecerá.

O observador também apontou fortes laços econômicos russo-europeus. Assim, a UE precisa de gás russo e o gasoduto Nord Stream 2 foi construído para transportá-lo. Os EUA se opuseram ao projeto, pois a integração econômica no continente seria um desastre para Washington.

O artigo enfatiza que a “arma principal” dos Estados Unidos é o dólar, a tecnologia e a ação militar.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!