Paises da UE vê inflação saltar para dois dígitos

A Grécia registrou seus maiores aumentos de preços em 28 anos

pensador
© Getty Images / Hiroshi Higuchi

A Grécia é o último país da UE a ser atingido por uma inflação de dois dígitos, atingindo o nível mais alto desde 1994.

A inflação no país subiu para 10,2% em abril em relação ao ano anterior, de 8,9% no mês anterior, segundo a Autoridade Estatística Helênica (ELSTAT).

Os maiores aumentos foram registrados no custo do gás natural (122,6%), energia elétrica (88,8%), óleo diesel para aquecimento (65,1%), lubrificantes combustíveis (29%) e combustíveis sólidos (5,3%).

Os produtos da ‘cesta alimentar’ também subiram de preço. Em particular, os preços de óleos e gorduras subiram 22%, produtos de carne – 14,1% e vegetais – 13,8%. Produtos lácteos e ovos subiram de preço em 11,7%, enquanto os custos de pão e cereais cresceram 10%. Os preços das frutas frescas e até do café, cacau e chá aumentaram 7,1%.
Além disso, transporte, hospedagem, restaurantes, automóveis, restaurantes e até ingressos de cinema também apresentaram aumentos de preços de vários graus.

Com a inflação a ultrapassar os 10%, a Grécia tornou-se no nono país da zona euro em que a inflação oficial atingiu os dois dígitos, a seguir à Bulgária (10,5%), Eslováquia (10,9%), Holanda (11,2%), República Checa (11,9%), Polônia (12,3%), Letônia (13,2%), Lituânia (16,6%) e Estônia (19%).

Fonte: rt.ru

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!