Presidente afirma que houve tentativa de tomada de poder no Quirguistão

A liderança do país tomou “todas as medidas possíveis para evitar violência”, segundo o presidente

quirquistão
Presidente do Quirguistão, Sooronbay Jeenbekov © Alexei Druzhinin / TASS

BISHKEK, 6 de outubro – Algumas forças políticas no Quirguistão, aproveitando o resultado das eleições parlamentares, tentaram tomar o poder naquele país na noite de segunda-feira até a manhã de terça-feira.

“Ontem à noite, algumas forças políticas tentaram tomar ilegalmente o poder do Estado. Usando os resultados das eleições como pretexto, violaram a ordem pública. Desobedeceram os agentes da lei, espancaram médicos e danificaram edifícios. Ordenei às autoridades policiais que não abrissem fogo e não derramar sangue para não colocar em risco a vida de um único cidadão “, observou Jeenbekov.

A liderança do país tomou “todas as medidas possíveis para evitar a escalada”, enfatizou o presidente.

Em 4 de outubro, o Quirguistão realizou suas eleições parlamentares, com 16 partidos disputando 120 cadeiras no parlamento. Segundo dados preliminares, nenhum dos partidos garantiu a maioria, portanto, terão que formar uma coalizão.

Na manhã de segunda-feira e terça-feira, manifestantes que discordavam dos resultados eleitorais tomaram o prédio do parlamento, que também abriga a administração do presidente, o prédio do governo, o gabinete do prefeito e o Ministério Público.

Fonte: TASS

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 12 =