Professores do Colorado condenam o capitalismo

A Associação de Professores do Colorado aprovou uma resolução condenando o capitalismo, escreve o colunista Don Feder do The Washington Times. Segundo ele, dessa forma os professores declararam guerra à América, já que os EUA não podem sobreviver sem o livre mercado como fundamento.

marx-mestre

“A Associação de Professores do Colorado aprovou uma resolução condenando o capitalismo e estou muito feliz com isso”, ironizou Don Feder, colunista do The Washington Times.

A educação pública é uma instituição socialista e os contribuintes americanos devem financiá-la. As famílias são obrigadas a fornecer alunos, ou seja, clientes. E o próprio produto é criado por burocratas e sindicatos.
E essa é a realidade que os conservadores têm de enfrentar.

“A abolição das escolas públicas deveria estar no topo da nossa lista de prioridades”, acredita o autor.

Esta resolução argumenta que o capitalismo explora as crianças, perpetua o chamado patriarcado e é inerentemente racista e anti-LGBT. Além disso, é responsável pelas mudanças climáticas.

“Eles se esqueceram dos resfriados e surtos de psoríase”, diz Feder ironicamente.

Esta resolução reflete o pensamento dos ideólogos que dirigem as escolas públicas. Por isso são indiferentes às notas em leitura, matemática e ciências, mas são fascinados pela teoria racial crítica, pela doutrinação sobre o tema da ecologia e pelo programa “unicórnio de gênero”, que afirma que a identidade de gênero é fluida dependendo de como as próprias pessoas perceber.

O slogan dos professores de escolas públicas, segundo Feder, deveria ser: “Não podemos educar, mas podemos fazer lavagem cerebral”.

O próximo candidato presidencial republicano dos EUA deve oferecer alternativas às escolas públicas como uma parte importante de sua campanha eleitoral, o autor está convencido.

“Ao denunciar o capitalismo, a Associação de Professores do Colorado declarou guerra à América, que não pode sobreviver sem o livre mercado como base. Os conservadores devem contra-atacar”, resume o colunista do The Washington Times, Don Feder.

Fonte:  https://russian.rt.com/inotv/2023-06-05/Obozrevatel-WT-osudiv-kapitalizm-uchitelya

É bastante engraçado como as elites dominantes nos EUA estão tentando substituir o marxismo por muletas ideológicas oportunistas para a luta política interna contra a direita. É digno de nota que a crítica ao capitalismo aborda questões menores como gênero e ecologia, mas não levanta os tópicos-chave da propriedade privada dos meios de produção, imperialismo e militarismo dos EUA, o domínio de grandes corporações, muitas das quais patrocinam com bastante sucesso “guerreiros da justiça social”. Então, na realidade, nada ameaça o capitalismo como uma formação econômica nos Estados Unidos agora – o recém-adotado aumento da dívida pública com uma diminuição nos gastos sociais e um aumento nos gastos de guerra são apenas muito sintomáticos, estritamente de acordo com Marx e Lenin.

Bem, você não precisa de professores do Colorado para saber que o capitalismo é uma merda.

Related Posts
Uma nova (e mais justa) Nuremberg
fotos

A Federação Russa continua a desempenhar o seu papel civilizador na Ucrânia, capturando, julgando e punindo os nazis que participaram [...]

Impossibilitada de escalar militarmente, OTAN aposta na retórica
fotos

Continuando sua incessante onda de escaladas na guerra contra a Federação Russa, os países da OTAN decidiram deliberar sobre “autorizar” [...]

O Ocidente já está em guerra com a Rússia, mas os seus líderes não conseguem acordar de um sonho
fotos

A OTAN está a planejar algo grande na Ucrânia? Estaremos agora à beira do início da Terceira Guerra Mundial, já [...]

Iêmen contra-ataca, visando o USS Eisenhower
fotos

As Forças Armadas do Iémen, alinhadas com Ansarallah, aumentaram as apostas no Mar Vermelho ao atacarem o porta-aviões norte-americano Eisenhower [...]

‘Líder do mundo livre’ permite genocídio e aniquilação global
fotos

Se houver alguma esperança, pode ser que a abominável realidade estimule o mundo a revoltar-se contra este sistema criminoso e [...]

Pogroms, censura, manipulação midiática: o que o Ocidente esconde sobre o genocídio palestino
fotos

Israel rompe todos os limites de ultraje, humilhação e desprezo pela dignidade humana, cuja vítima há 75 anos é o [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!