Senador Contarato deixa o Rede para se filiar ao PT, a convite de Lula

“Com a militância social e as lideranças do PT, pretendo somar esforços para que o país retome sua trilha de desenvolvimento, pleno emprego, defesa dos direitos humanos, proteção e oportunidade aos mais pobres, apoio do Estado às maiorias minorizadas, combate a todo tipo de desigualdade, investimento em saúde e educação”, afirmou Contarato.

PT
O senador Contarato (Rede-ES) sofreu uma série de ataques homofóbicos e respondeu à altura

O senador Fabiano Contarato anunciou, por meio de nota divulgada nesta segunda-feira, que deixou o partido Rede Sustentabilidade e se filiou ao PT. “Como já havia anunciado, comunico em definitivo o meu pedido de desfiliação do partido Rede Sustentabilidade. Agradeço imensamente pelo companheirismo e respeito que tive durante o período no qual pude representar o partido no Senado Federal, numa jornada em defesa de um país mais justo e igualitário e que defenda seu povo e preserve seus recursos naturais”, afirmou o parlamentar, que representa o Estado do Espírito Santo.

Contarato disse, ainda, “ter recebido e analisado convites de legendas do campo progressista”, mas se decidiu pelo PT, cuja filiação “será efetivada em momento oportuno”, segundo ele.

“Com a militância social e as lideranças do PT, pretendo somar esforços para que o país retome sua trilha de desenvolvimento, pleno emprego, defesa dos direitos humanos, proteção e oportunidade aos mais pobres, apoio do Estado às maiorias minorizadas, combate a todo tipo de desigualdade, investimento em saúde e educação”, afirmou.

Democracia

No texto, Fabiano Contarato destaca que “os governos liderados pelo PT devolveram ao país credibilidade internacional, permitiram aos pobres cursar universidade, expandiram a estrutura de ensino no país, abriram os porões da ditadura com a Comissão Nacional da Verdade, democratizaram a participação da sociedade nas decisões de governo, geraram crescimento econômico alinhado com políticas sociais exitosas, devolveram aos brasileiros o orgulho nacional”.

Assim, é a segunda filiação de impacto ao partido anunciada em uma semana. Na última segunda-feira, o PT filiou o ativista antirracista, fundador da UNEafro e articulador da Coalizão Negra por Direitos Douglas Belchior, em ato realizado no paulistano Teatro Oficina.

Contarato protagonizou, durante uma sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, um dos episódios mais marcantes dos trabalhos, ao rebater as críticas de empresários bolsonaristas à família dele. Contarato é assumidamente homossexual e deixou claro que não admitiria outro ataque homofóbico à ele e aos seus filhos.

Fonte: CdB

Related Posts
Como Eduardo Bolsonaro e comitiva articulam com parlamentares dos EUA punições ao Brasil
fotos

Comitiva bolsonarista passa uma semana nos EUA e tenta convencer republicanos e lobistas de que Brasil viveria ditadura

Brasil não cumpre decisões da Corte Interamericana sobre polícia e Forças Armadas
fotos

Tribunal internacional condenou novamente o país por crimes cometidos por policiais militares

Denunciado por incitação, bolsonarista agora se diz apoiador de Boulos e do PT
fotos

“Segunda-feira eu tô lá em Brasília levando o capacete para o presidente [Lula]”, diz em um vídeo no Instagram um [...]

Teologia do domínio é mais perigosa para democracia que bolsonarismo, diz historiador
fotos

Em meio ao avanço de investigações da Polícia Federal sobre as suspeitas de um plano de golpe de Estado por [...]

PEC dos militares na política: Mourão junta oposição para frear mudanças em candidaturas
fotos

Até terça-feira (20), o Palácio do Planalto contava com a volta das sessões no Congresso para fazer avançar a despolitização [...]

A coragem de Lula e o vira-latismo da mídia
fotos

A declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a similaridade entre o extermínio do povo palestino que Israel [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!