Trump ignora alertas da FDA sobre hidroxicloroquina

Trump

Questionado sobre o alerta do FDA (Food and Drug Administration) sobre o uso de hidroxicloroquina em pacientes com coronavírus, Trump respondeu atacando um estudo não revisado, divulgado no mês passado, que encontrou um aumento de risco de morte associado a pacientes que foram tratados apenas com o medicamento antimalárico – chamando-o de ” estudo falso “.

Trump revelou segunda-feira que está tomando a droga como uma “linha de defesa” contra o vírus, e se referiu ao estudo como uma “declaração de inimigos de Trump”. Ele ignorou completamente ao aviso do FDA de que a hidroxicloroquina parece causar alguns efeitos colaterais graves e potencialmente fatais em pacientes com coronavírus.

O estudo em questão não foi revisado por pares e analisou retrospectivamente um número muito reduzido de veteranos do sexo masculino, com aprovação do Veterans Affairs.

Os autores do estudo enfatizaram que suas descobertas “destacam a importância de aguardar os resultados de estudos prospectivos, randomizados e controlados em andamento antes da ampla adoção desses medicamentos”.

Trump rebate o estudo

“Não, não foi o que me disseram”, disse Trump em resposta a uma pergunta sobre o aviso da FDA. “Houve um falso estudo onde participaram pessoas muito doentes, pessoas extremamente doentes, pessoas prontas para morrer. Foi produzido obviamente por não amigos da administração, e o estudo saiu, as pessoas estavam prontas para morrer, todo mundo era velho, tinha problemas graves com coração, diabetes e tudo o mais que você pode imaginar.”

O secretário de Assuntos de Veteranos, Robert Wilkie, avaliou e disse: “Esse não foi um estudo do Veterans Affairs. Os pesquisadores utilizaram de membros do “VA” e eles não os revisaram clinicamente, não foram revisados ​​por pares. Eles nem olharam para o que o presidente acabara de mencionar – sobre as várias comorbidades que possuíam os pacientes que foram referenciados nesse estudo “.

Ele prossegue: “Então, quero anular a história falsa de que, de alguma forma, o VA está voltando contra ao que o presidente nos disse para fazer, que era usar todos os meios possíveis para proteger e preservar a vida de nossos veteranos”.

De concreto, nos EUA assim como no Brasil, esse imbróglio todo à respeito da utilização cloroquina ou da hidroxicloroquina para o Covid-19, ultrapassou a fronteira da Ciência para política de varejo.

O fato é que ocorreu várias mortes de pessoas que tomaram esses medicamentos de forma preventiva e sem nenhum acompanhamento médico, e não há um estudo científico que comprove sua eficácia para essa finalidade. Essa panaceia de cura milagrosa e barata, soa como charlatanismo.

Eleição dos EUA

O presidente dos EUA corre desesperado contra o tempo e não pode voltar atrás em sua aposta suicida. Desde o início, ignorou os avisos do perigo em potencial do coronavírus, e o que se viu foi uma explosão de número de pessoas com contágio e mortes.

Em breve, Trump assim como Bolsonaro,  ficarão no pretérito, e serão apenas patéticas personagens de um desastre que poderia ser evitado!

 

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =