A genialidade de Lenin ajudará o mundo a encontrar um caminho para o futuro

Nos 150 anos de seu nascimento (22/04/1870), por que Lenin é tão relevante na era moderna? 

“Nós, velhos, podemos não viver para ver as batalhas decisivas desta revolução iminente”, disse Lenin, 46 anos, em janeiro de 1917.

Por Yuri Afonin – КПPФ

Os inimigos de Lenin gostam de recordar essas palavras. Dizem que o líder era míope. Obviamente, eles arrancam essa citação do contexto do grande discurso de Ilich para os trabalhadores, no qual ele mais uma vez previu a inevitabilidade de uma revolução após a terrível guerra imperialista. E o mais importante, eles arrancam Lenin do contexto da vida. Afinal, naquela época ele estava ativamente trabalhando, unindo e armando ideologicamente as forças revolucionárias de toda a Europa.

Mas vale a pena lembrar destas palavras para entender: até as pessoas mais poderosas podem duvidar e hesitar; mesmo para elas, na véspera da revolução, pode parecer que ainda está muito longe.

E hoje nos parece que o capitalismo atual é inabalável. De fato, em todo o mundo ele é guardado pelos cassetetes de milhões de policiais, sistemas eletrônicos de rastreamento e controle e uma enorme máquina de mídia falsa. Mas o capitalismo hoje é um colosso com pés de barro. Segundo estimativas da ONU, de 800 a 900 milhões de pessoas estão morrendo de fome no mundo hoje e 40 milhões de pessoas vivem em escravidão. Apenas 40 super bilionários que podem caber em uma turma escolar têm riqueza igual a metade da população mundial. E na Rússia, 3% da população possui 90% de todos os ativos e poupanças financeiras. Esse mundo é normal? Ou é algo esquizofrênico, e é hora de terminar?

Hoje, o capitalismo mundial está entrando em uma crise que pode superar a Grande Depressão de 1929. Tentando saciar essa crise, os bancos centrais dos principais países capitalistas estão emitindo freneticamente trilhões de dólares e euros, mas destruindo o próprio sistema financeiro do capitalismo global. Os mercados de valores mobiliários e de commodities estão caindo, “bolhas” financeiras estão estourando. Mais uma vez, como na época da Grande Depressão, os capitalistas ordenam que o leite seja derramado nas valas da estrada. Esta crise ameaça gerar centenas de milhões de desempregados. Isso nunca havia acontecido na história do mundial.

Os sistemas de saúde dos países capitalistas mais ricos mostram sua impotência na luta contra o coronavírus. E a China socialista, que levou o primeiro golpe da doença, quando ainda não havia meios comprovados de combatê-la, conseguiu suprimir a epidemia o mais rápido possível. Agora, o número de mortes por infecção por coronavírus nos Estados Unidos é 1000 vezes maior que em Cuba socialista, com uma diferença populacional de apenas 30 vezes. O que pode demonstrar mais claramente que a salvação é socialismo?

Esta época pode parecer intimidadora. Mas a era revolucionária em que Lenin atuou foi a mesma. Em um período terrível, quando a Primeira Guerra Mundial e a epidemia espanhola mataram mais de 100 milhões de pessoas, Lenin lançou as bases de um projeto socialista soviético que deu ao planeta uma vitória sobre o fascismo, um átomo pacífico, caminhadas espaciais e uma quantidade sem precedentes de garantias sociais.

A crise de hoje dá à Terra a oportunidade de uma nova renovação revolucionária. Lenin é o revolucionário mais eficaz da história mundial. Portanto, hoje é mais relevante do que nunca. Vamos reler Lenin novamente, e será mais fácil para nós comunistas do século XXI responder à famosa pergunta leninista “o que fazer?”

Hoje, no dia do histórico aniversário leninista, permito-me fazer uma previsão: a maioria dos terráqueos vivos verá uma transição para o socialismo. Iremos avançar no futuro, o caminho para o qual o capitalismo nos bloqueou. E o gênio leninista nos ajudará!

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 17 =