Bolsonaro demite Pazuello e Queiroga assume ministério

ministro da saúde
(Foto: Instagram Marcelo Queiroga)

O Presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, o médico Marcelo Queiroga aceitou, no início da noite desta segunda-feira, o convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o cargo de ministro da Saúde, até então ocupado pelo general Eduardo Pazuello. Mesmo sabendo que estava de saída, Pazuello negou em entrevista coletiva, durante a tarde, que deixaria o cargo.

Enquanto Bolsonaro e o novo ministro se reuniam, no Palácio do Planalto, Pazuello fazia um balanço de sua (má) gestão, embora tenha negado que fosse uma reunião de despedida da pasta.

Mais do mesmo

Essa mudança no ministério, trata-se de uma troca de seis por meia dúzia, o novo ministro vai manter o mesmo posicionamento do anterior, ou seja, vai defender tratamento precoce com o uso da hidroxicloroquina e ivermectina, além sabotar os governos locais que defendem o isolamento social e lockdown.

Anteriormente, a cardiologista Ludhmila Hajjar, cotada para assumir o lugar do general havia recusado o convite. Ela teve a dignidade de não aceitar ser tutelada por um genocida e se transformada em mero coveiro como Pazuello.

 

Related Posts
A coragem de Lula e o vira-latismo da mídia
fotos

A declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a similaridade entre o extermínio do povo palestino que Israel [...]

Mourão e o golpismo fora de época
fotos

O senador Hamilton Mourão, acostumado com a linguagem da caserna, e ainda ambientado nos anos do golpe de 1964, viciado [...]

A Vale, o governo Lula, o brasileiro, a mídia e os poderes do estado
fotos

A trajetória para o 1º Mundo de uma nação já está delineada e comprovada: Ser protagonista na geração de produtos [...]

Caso First Mile derruba membro da atual diretoria da PF por suposta espionagem ilegal
fotos

O mais recente desdobramento da investigação sobre uma suposta espionagem ilegal de agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) derrubou [...]

“Militares atuaram em 8 de janeiro por omissão e também por ação”, diz historiador
fotos

Francisco Teixeira, da UFRJ, revela que pesquisadores intercederam para governo não aprovar GLO após invasão em Brasília Por Texto: Natalia [...]

Um ano depois, entenda a narrativa da associação dos familiares dos presos no 8 de janeiro
fotos

Há um ano, em 8 de janeiro de 2023, pessoas contrárias à posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!