Como a China homenageia as vítimas do massacre de Nanjing

A China lembra as vítimas do Massacre de Nanjing em 1937 com uma cerimônia em sua memória.

nanjing

Dois anos antes da Segunda Guerra Mundial, Nanjing, capital da província chinesa de Jiangsu, sofreu um terrível ataque de invasores japoneses, do qual a China ainda se lembra como se fosse ontem. Foto: Xinhua

massacre

Uma oferenda de flores feita por civis, em homenagem às vítimas de Nanjing, reflete a data em que o exército imperial japonês massacrou a cidade chinesa. Foto: Xinhua

nanjing

As autoridades e as forças armadas da China participam da cerimônia de comemoração nacional do massacre de Nanjing, um infeliz acontecimento que começou em 13 de dezembro de 1937 e durou cerca de 42 dias.Foto: Xinhua

massacre

As autoridades do Partido Comunista da China não esquecem o grande número de vítimas do massacre, sobre o qual se diz que os cadáveres, empilhados, poderiam encher 2.500 vagões. Foto: Xinhua

massacre

Um monumento em forma de cruz se destaca no Salão do Memorial das Vítimas do Massacre em Nanjing, capital da província de Jiangsu, no leste da China.Foto: Xinhua

massacre

Vários sobreviventes do horror que os invasores japoneses perpetuaram há mais de 80 anos em Nanjing, choram na cerimônia que homenageia as vítimas desses acontecimentos.Foto: Xinhua

massacre

A comemoração nacional das vítimas do Massacre de Nanjing durou até a noite com várias atividades, como o acendimento de velas. Esses atos foram possíveis este ano, apesar do impacto da nova pandemia do coronavírus, sob os respectivos controles de saúde. Foto: Xinhua

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dezenove =