Depois de destruir o Equador, o FMI chega a Honduras

Uma delegação do Fundo Monetário Internacional (FMI) chegará a Honduras em duas semanas para analisar com as autoridades o novo acordo econômico que o conselho da agência multilateral aprovou em julho passado com o país da América Central, disse uma fonte oficial na segunda-feira.

O presidente do Banco Central de Honduras, Wilfredo Cerrato, disse em entrevista coletiva que os enviados do FMI chegarão ao país em 28 de outubro.

A equipe multilateral da agência permanecerá em Tegucigalpa por cerca de duas semanas, e tem por missão revisar o novo acordo com Honduras.

O funcionário disse que na quarta-feira ele viajará a Washington para participar da reunião de outono do FMI, do Banco Mundial e do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Primeiro Equador agora destruir Honduras:

Após a grave crise causada pelo FMI no Equador, Honduras também deve continuar aplicando medidas neoliberais recomendadas por esta organização e continuar a causar pobreza, corrupção e violência.

Fonte:El caminante

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =