Forças da Síria e Rússia intensificam ataques contra militantes em Idlib

fotos
Confrontos em Idlib. farsnews.com / Agência de Notícias Fars

Os vilarejos e cidades do norte de Hama e do sul de Idlib visados pela ofensiva estão dentro de uma zona-tampão que Rússia e Turquia acertaram em setembro no âmbito de um acordo que evitou uma grande ofensiva na área.

Forças russas e sírias intensificaram os ataques aéreos e os bombardeios no noroeste da Síria de madrugada, na investida mais robusta contra a última área controlada por rebeldes desde que a região foi declarada uma zona desmilitarizada por meio de um acordo entre Rússia e Turquia, disseram fontes nesta quinta-feira.

Os vilarejos e cidades do norte de Hama e do sul de Idlib visados pela ofensiva estão dentro de uma zona-tampão que Rússia e Turquia acertaram em setembro no âmbito de um acordo que evitou uma grande ofensiva na área.

No início desta semana, Washington alertou que a violência na zona-tampão “resultará na desestabilização da região”.

O portal da Internet Masar Press Agency publicou informações sobre o ataque dos terroristas. Os militantes “Hayat Tahrir Ash-Sham” organizaram fortificações na periferia das cidades de Al-Kasabiya, Hish, Sheikh Mustafa e no campo entre as aldeias de Maarzita e Basla.

A Rússia  juntamente com  a Força Aérea da Síria realizou uma série de ataques. Os alvos da aliança eram Hayat Tahrir Ash-Sham perto dos assentamentos de Tramla e Maar Shorin, foram disparados em duas sedes militares de Al-Nusra que foram destruídas. A Síria fez uma missão de combate na área da aldeia de Kafr Nabil e Habit no sul da província, bombas foram lançadas nos abrigos dos terroristas.

Província de Latakia

Segundo o SANA News, os terroristas bombardearam a aldeia de Bakhdrmu nas proximidades da cidade de Jebla, que resultou na morte de um civil, no ferimento de outros quatro e nos danos a edifícios residenciais. As unidades do exército sírio em resposta à agressão dos terroristas realizaram uma série de golpes no lugar de onde o bombardeio foi realizado, o que levou à destruição dos lançadores de foguetes, houve perdas entre os terroristas.

As aeronaves Il-76 da aviação de transporte militar das Forças Aéreas e Espaciais da Rússia entregaram oito toneladas de ajuda humanitária da Mongólia à base aérea de Khmeimim, na Síria. Milhares de cobertores, material escolar (mochilas e artigos de papelaria), equipamento sanitário para primeiros socorros foram transferidos para a Região Administrativa Especial. A carga foi acompanhada por um grupo do Ministério da Defesa da Mongólia.

Related Posts
Como a CIA criou a cultura “acordada”
fotos

O identitarismo moderno nasceu diretamente dos escritórios da Agência Central de Inteligência com o objetivo de combater as tendências revolucionárias [...]

Apenas destrua Gaza e acabe com isso rápido, aconselha o representante dos EUA Tim Walberg, sionista evangélico
fotos

Gaza já se assemelha ao rescaldo de um ataque nuclear, após mais de cinco meses de bombardeamentos constantes e intensos [...]

O Mecanismo: como a “ordem” baseada em regras inventadas está se transformando em selvageria
fotos

Enquanto a Organização Terrorista do Atlântico Norte de facto celebra o seu 75º aniversário , elevando o lema de Lord Ismay [...]

OTAN 75 anos depois… Uma máquina de guerra que já passou do prazo de validade
fotos

A NATO foi vendida ao mundo como uma espécie de agência de segurança internacional. Quão orwelliano você consegue ser? Paz [...]

Ataques ao aborto legal na Argentina crescem com Milei e ameaçam acesso para brasileiras
fotos

Buenos Aires (Argentina) – A cada semana, o programa de Saúde Sexual e Reprodutiva do Ministério da Saúde da Argentina recebe [...]

Haiti: vodu, canibalismo e intrigas americanas
fotos

Os Americanos, com os seus responsáveis ​​econômicos pelo FMI, acreditam na sua forma de democracia da república das bananas, que [...]

Compartilhar:

Deixe um comentário

error: Content is protected !!